“Manar de ...”: reconfigurações do conceito de lar no conto “Manar of Hama” de Mohja Kahf

  • Priscila Campolina De Sá Campello
Palavras-chave: Exílio, Lar, Mohja Kahf, Pertencimento

Resumo

As experiências vivenciadas no exílio são individuais e únicas. Para alguns, elas operam uma aproximação entre a nova cultura e aquela que eles trazem consigo. Para outros, pode ser uma experiência de divisão, de subtração. O presente traba­lho pretende analisar como a protagonista do conto “Manar of Hama”, da autora árabe-estadunidense Mohja Kahf, lida com o sentimento de displaçamento e isola­mento diante da sua nova vida nos Estados Unidos. Pretende-se discutir também a mudança de perspectiva em relação ao conceito de lar. Se, em um primeiro mo­mento, todas as suas referências de lar estão relacionadas à Síria, em um segundo, o conto apresenta um deslocamento dessa percepção. E o que lhe é mais familiar nos EUA também passa a constituir um espaço de pertencimento e conforto.
Publicado
2014-06-23
Seção
Artigos