Subvertendo a gramática

  • Bárbara Amaral da Silva
Palavras-chave: Gramática, Subversão, Paródia, Crítica

Resumo

A partir das noções de paródia, credibilidade e legitimidade, vindas principalmen­te dos estudos em Análise do Discurso e de ideias da Sociolinguística, pretendemos desenvolver uma breve comparação entre a Grammatica Expositiva – Curso Supe­rior (46ª ed.:1926), de Eduardo Carlos Pereira, que a princípio se coloca como uma gramática apenas descritiva, e a Grammatica Portugueza pelo Methodo Confuso, escrita por Mendes Fradíque (4ª ed.: 1985). Observamos que a primeira afirma ser expositiva quando é claramente prescritiva. A obra de Mendes Fradique, por sua vez, parodia as gramáticas prescritivas, criticando esse bom uso. Para isso, utiliza-se do humor e da ironia. Com o objetivo de comprovar o que foi dito acima, se­lecionamos alguns conceitos apresentados pelas obras em questão, verificando o posicionamento que cada uma assume. Entre eles estão os próprios conceitos de gramática e de língua.
Publicado
2014-06-23
Seção
Artigos