Constelações mineiras de Autran Dourado

Minas Gerais, a subjetividade e a literatura

  • Jonatas Guimarães IFTM
Palavras-chave: Autran Dourado; Minas Gerais; subjetividade; intimismo; literatura empenhada.

Resumo

Este ensaio intenta analisar as relações entre a literatura, a subjetividade e Minas Gerais nas constelações de Autran Dourado. Por constelações, entendo tanto as imagens presentes em sua obra literária, quanto o cenário intelectual e, mais especificamente, literário, em que o autor se inscreve na segunda metade do século XX. Para tanto, observo a autoimagem que Autran tenta construir de sua prosa a partir da análise dos arquivos do autor no Acervo de Escritores Mineiros, contrapondo-a à sua obra literária. Por esse caminho, entendo que a observação das relações entre o autor e o cenário intelectual que lhe é contemporâneo permite entrever aspectos gerais da ficção mineira da segunda metade do século XX. Assim, a literatura assume a função de reescrever incessantemente a história de Minas e, simultaneamente, reflete sobre a constituição das subjetividades como indissociáveis de seu território, suas narrativas e seus mitos.

Referências

BRANDÃO, Jacyntho Lins (Org.). Literatura mineira: trezentos anos. Belo Horizonte: BDMG Cultural, 2019.

CALLADO, Antonio. Quarup. Rio de Janeiro: José Olympio, 2014.

CANDIDO, Antonio. Formação da literatura brasileira: momentos decisivos. Rio de Janeiro: Ouro Sobre o Azul, 2009.

DOURADO, Autran. A serviço del-Rei. Rio de Janeiro: Record, 1984.

DOURADO, Autran. As imaginações pecaminosas. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

DOURADO, Autran. Confissões de narciso. Rio de Janeiro: Rocco, 2001.

DOURADO, Autran. [Correspondência]. Destinatário: Antonio Candido. Rio de Janeiro, 22 out. 1974. Carta. 1p.

DOURADO, Autran. [Correspondência]. Destinatário: Elias José. Rio de Janeiro, 10 abr. 1974. Carta. 1p.

DOURADO, Autran. [Correspondência]. Destinatário: Fábio Lucas. Rio de Janeiro, 30 jul. 1973. Carta. 3p.

DOURADO, Autran. [Correspondência]. Destinatário: Fernando Henrique Cardoso. Rio de Janeiro, 17 dez. 1990. Carta. 6p.

DOURADO, Autran. [Correspondência]. Destinatário: Gilberto Mansur. Rio de Janeiro, 9 jan. 1980. Carta. 1p.

DOURADO, Autran. [Correspondência]. Destinatário: Jornal do Brasil. Rio de Janeiro, 1 jul. 1984. Carta. 1p.

DOURADO, Autran. [Correspondência]. Destinatário: Raimundo Carrero. Petrópolis, 09 jan. 1990. Carta. 7p.

DOURADO, Autran. [Correspondência]. Destinatário: Severo Sarduy. Rio de Janeiro, 29 jun. 1990. Carta. 7p.

DOURADO, Autran. [Correspondência]. Destinatário: Wilson Figueiredo. Petrópolis, 2 fev. 1990. Carta. 3p.

DOURADO, Autran. [Correspondência]. Destinatário: Wilson Figueiredo. Rio de Janeiro, 12 abr. 1990. Carta. 3p.

DOURADO, Autran. Se dermos um pontapé no latifúndio e sairmos do feudalismo, então conseguiremos alguma cousa. Edifício, Belo Horizonte, n.2, p. 31-33, fev. 1946.

DOURADO, Autran. Gaiola aberta. Rio de Janeiro: Rocco, 2010.

DOURADO, Autran. Lucas Procópio. Rio de Janeiro: Rocco, 2002.

DOURADO, Autran. Novelário Donga Novais. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

DOURADO, Autran. O meu mestre imaginário. Rio de Janeiro: Rocco, 2002.

DOURADO, Autran. Ópera dos mortos. Rio de Janeiro: Difel, 1977.

DOURADO, Autran. O risco do bordado. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.

DOURADO, Autran. Os sinos da agonia. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1991.

DOURADO, Autran. Um cavalheiro de antigamente. Rio de Janeiro: Rocco, 2001.

DOURADO, Autran. Um artista aprendiz. Rio de Janeiro: José Olympio, 1989.

DOURADO, Autran. Uma poética de romance: matéria de carpintaria. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

DOURADO, Autran. Uma vida em segredo. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

DOLABELA, Pedro. Todos eles romances. Campinas: Unicamp, 2020.

LUCAS, Fábio. Mineiranças. Belo Horizonte: Oficina de Livros, 1991.

MORETTI, Franco. O romance de formação. Trad. Natasha Belfort Palmeira. São Paulo: Todavia, 2020.

QUEIROZ, Amaro de. A novíssima geração, ao contrário da modernista, é muito mais política do que estética. Edifício, Belo Horizonte, n.2, p. 6-8, fev. 1946.

RESENDE, Otto Lara. [Correspondência]. Destinatário: Autran Dourado. Lisboa, 27 dez. 1967. Carta. 2p.

QUEIROZ, Amaro de. Posso garantir, no entanto, que todos somos bons rapazes. Edifício, Belo Horizonte, n.2, p. 42-44, fev. 1946.

SANTIAGO, Silviano. [Correspondência]. Destinatário: Autran Dourado. [S.l], 27 dez. 1967. Carta. 2p.

SARDUY, Severo. [Correspondência]. Destinatário: Autran Dourado. Paris, 8 abr. 1981. Carta. 1p.

SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão. São Paulo: Companhia das letras, 2003.

SOUZA, Eneida Maria de. Edifício: que geração é essa? Scripta, Belo Horizonte, v.1, n.2, p. 13-22, 1ºsem. 1988.
Publicado
2021-07-13