O rádio expandido no enfrentamento à pandemia de Covid-19: a experiência da Rádio Universitária Paulo Freire

Palavras-chave: rádio universitária, rádio expandido, conteúdos multiplataforma, divulgação científica, desinformação, fake news, mobilização social

Resumo

A exigência de produção de conteúdos de modo remoto para cumprir as recomendações de distanciamento social impostas pelo novo Coronavírus levou as emissoras de rádio, grandes ou pequenas a reinventar rotinas profissionais, formatos e modos de circulação. Além de impor às emissoras novos modos de produção, a pandemia, no Brasil, foi marcada pelo anticientificismo e pelo negacionismo da COVID-19, desafiando de modo ainda mais direto as rádios universitárias. Nesse cenário, a Rádio Universitária Paulo Freire, rádio escola da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), desenvolveu um conjunto de iniciativas de produção colaborativa e remota, divididas em dois eixos de trabalho, um mais propositivo voltado para a oferta de conteúdos de informação, análise e divulgação científica, e outro mais focado no combate à desinformação e fake news em torno da pandemia, fazendo ambos a interface entre extensão, pesquisa e formação. Graças a essas iniciativas, a cargo de estudantes e professores, a Rádio Paulo Freire funcionou, durante a pandemia, não apenas como uma plataforma de produção e distribuição de conteúdos multiplataforma, orientada pela concepção de um “rádio expandido”, mas também como uma plataforma de articulação social, reunindo em torno de suas ações diferentes parceiros dentro e fora da universidade (movimentos sociais, coletivos de bairro, rádios comunitárias e web etc.).

Biografia do Autor

Cecília Almeida Rodrigues Lima, Universidade Federal de Pernambuco

Jornalista, professora do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Pernambuco. É doutora e mestre em Comunicação Social pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da UFPE. Integrante do Obmídia (UFPE) e do projeto de pesquisa/extensão "Rádio Paulo Freire Especial Coronavírus".

Yvana Fechine, Universidade Federal de Pernambuco

Yvana Fechine. Jornalista, professora do Departamento de Comunicação Social e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). É bolsista de produtividade em Pesquisa do CNPq. Possui mestrado e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP). É pesquisadora associada ao Centro de Pesquisas Sociossemióticas e ao Observatório Ibero-americano de Ficção Televisiva (Obitel). Integra a equipe de gestão e do projeto "Rádio Paulo Freire Especial Coronavírus". 

Ana Veloso, Universidade Federal de Pernambuco

Jornalista, professora do departamento de comunicação da UFPE, coordenadora do Observatório de Mídia da UFPE e integrante do Coletivo Intervozes. Coordenadora de Programação da Rádio Universitária Paulo Freire.

Paula Reis Melo, Universidade Federal de Pernambuco

Paula Reis Melo é jornalista e professora do Departamento de Comunicação Social da UFPE, coordenadora geral da Rádio Paulo Freire e integrante da equipe do programa Fora da Curva. Possui Doutorado em Ciências da Comunicação pela UNISINOS, com bolsa-sanduíche do CNPq na Universidade Nova de Lisboa, e mestrado em Administração Rural e Comunicação Rural pela UFRPE. Pesquisa os processos comunicacionais dos movimentos sociais na sociedade midiatizada.

Ivo Henrique Dantas, Universidade Federal de Pernambuco

Doutor em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Mestre em Comunicação Social pela UFPE. Graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco. Especialização em MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Integrante do projeto de pesquisa Observatório de Mídias de Conteúdos Informativos sobre Covid-19 (UFPE).

Referências

AGÊNCIA BRASIL. Usuários de smartphone devem atualizar WhatsApp, orienta empresa. 2019. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-05/usuarios-de-smartphone-devem-atualizar-WhatsApp-orienta-empresa. Acesso em: 05 jul. 2020.
BONINI, Tiziano. A “segunda era” do podcasting: reenquadrando o podcasting como um novo meio digital massivo. Tradução: Marcelo Kischinhevsky. Radiofonias — Revista de Estudos em Mídia Sonora, Mariana-MG, v. 11, n. 01, p. 13-32, jan./abr. 2020.

DEUS, Sandra de. Rádios Universitárias Públicas: compromisso com a sociedade e com a informação. Em Questão, Porto Alegre, 2003, v. 9, n. 2, p. 327-338.

FOLHA DE SÃO PAULO. WhatsApp atinge 2 bilhões de usuários. 2020. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/02/WhatsApp-atinge-2-bilhoes-de-usuarios.shtml. Acesso em 05 jul. 2020.
FREIRE, Paulo. Extensão ou Comunicação? 7ª ed. (1ª edición:1969). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.
______. Pedagogia da Autonomia: Saberes Necessários à Prática Educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2015.
______. Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 2006.
______. Pedagogia do oprimido. 8. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.
JORNAL NACIONAL. Professores do interior do Ceará vencem isolamento e diferenças tecnológicas com uso do rádio. G1. 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2020/07/03/professores-do-interior-do-ceara-vencem-isolamento-e-diferencas-tecnologicas-com-uso-do-radio.ghtml. Acesso em 07 jul. 2020.

IRIS - Instituto de Referência em Internet e Sociedade. Zero-rating: uma medida de exceção. Disponível em: https://irisbh.com.br/zero-rating-uma-medida-de-excecao/. Acesso em 05 jul. 2020.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

JENKINS, Henry; FORD, Sam; GREEN, Joshua. Cultura da conexão. Criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: Aleph, 2014.
KISCHINHEVSKY Compartilhar, etiquetar: Interações no rádio social. Comunicação, mídia e consumo, v. 11, n. 30. São Paulo, janeiro de 2014.
______. Rádio e Mídias Sociais: mediações e interações radiofônicas em plataformas digitais de comunicação. Rio de Janeiro: Mauad X, 2016.
MARTINO, Luís Mauro Sá. Teoria das mídias digitais. Linguagens, ambientes, redes. Petrópolis: Vozes, 2015.

MEDINA, Cremilda. Entrevista: o diálogo possível. São Paulo: Ática, 1986.

MENDONÇA, Djanyse Barros de Arruda; VERAS, Dimas Brasileiro. Educação popular e reforma universitária: Paulo Freire e a criação do Serviço de Extensão Cultural da Universidade do Recife (1962-1964). Estudos Universitários, revista de cultura da Universidade Federal de Pernambuco, v. 24/25, n. 5/6 p. 1 – 78. Recife, dezembro de 2004.

SANTANA, Adriana. Programa Fora da Curva. Quando o jornalismo se transforma em resistência frente ao avanço do conservadorismo político. Conferencia de Comunicación y Cultura Popular en América Latina y el Caribe. Santiago: Universidad de Chile, 2019. (Anais de evento).

TRINDADE, Rodrigo. Graças a streaming, consumo de podcast cresce a galope no Brasil neste ano. UOL. 2019. Disponível em: https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2019/10/21/impulsionado-por-streaming-consumo-de-podcast-cresce-67-no-brasil-em-2019.htm. Acesso em 05 jul. 2020.
Publicado
2021-06-17
Seção
Dossiê “Rádios universitárias em tempos de ataques à ciência”