Utilidade pública do rádio nas plataformas digitais: estudo de caso de web rádios em Campo Grande (MS)

  • Daniela Cristiane Ota Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Aline de Oliveira Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: Web Rádio, Utilidade Pública, Pandemia, Jornalismo

Resumo

A convergência digital presente em todos os meios de comunicação modificou processos e interação com o púbico, contudo, o rádio mantém um dos formatos que o popularizaram no cenário mundial, o serviço e a utilidade pública. A pandemia ocasionada pelo novo coronavírus requer uma participação intensiva dos meios de comunicação, no sentido de atualizar e esclarecer sobre os efeitos identificados em todos os setores da sociedade. A presença do meio nas plataformas digitais, especificamente nas web rádios, não modificou a prerrogativa informativa e interativa que consolidaram a audiência e a confiança dos ouvintes. Com essa perspectiva realizou-se uma pesquisa exploratória em duas rádios virtuais localizadas em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, a fim de verificar como é realizada a transmissão das notícias com enfoque na Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

Biografia do Autor

Daniela Cristiane Ota, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Daniela Cristiane Ota, pós-doutora pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Professora Associada da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), nos cursos de Jornalismo e no mestrado em Comunicação (PPGCom/UFMS). 

Aline de Oliveira Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Graduada em Jornalismo. Mestre em Comunicação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS (2020). Em 2019 foi bolsista Procad entre Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Referências

ASSIS, Francisco de; MELO, José Marques de. Gêneros e formatos jornalísticos: um modelo classificatório. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v.75, n.1, p.39-56, jan. / abr. 2016. DOI: 10.1590/1809-5844201613

BETTI, Juliana Cristina Gobbi. Radiojornalismo e Linguagem: as transformações nos modelos de rádio informativo. In: Encontro Nacional de Pesquisadores de História da Mídia, 6., 2008, Niterói. Anais... Porto Alegre: Alcar, 2008. Disponível em: http://www.ufrgs.br/alcar/encontros-nacionais-1/encontros-nacionais/6o-encontro-2008-1/Radiojornalismo%20e%20Linguagem.pdf/view. Acesso em: 10 jun. 2020

BIANCO, Nelia Del; MOREIRA, Sonia Virgínia. (Org.). Desafios do rádio no século XXI. São Paulo: Intercom, Rio de Janeiro, UERJ, 2001. 256 p.

BIANCO, Nelia Del. Radiojornalismo em mutação na era digital. In: Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 27., Porto Alegre, 2004. Anais... São Paulo: Intercom, 2004. Disponível em: http://www.portcom.intercom.org.br/pdfs/93547990338816167875365087967327564175.pdf. Acesso em: 10 jun. 2020.

BOSI, Ecléa. Cultura de Massa e Cultura Popular – Leituras Operárias. Petrópolis: Vozes, 1972. 188 p.

CBN Campo Grande. Disponível em: https://www.jpnews.com.br/campo-grande/p/2/ Acesso em: 22 abr. 2020

DENARDI. Carol; MEDEIROS, Ricardo. CBN Diário: uma luz no apagão. 1 ed. Santa Catarina: Insular, 2007, 104 p.

DIEZHANDINO, Maria Pilar. Periodismo de Servicio - La utilidad como complemento informativo en Time, Newsweek y U.S. News and world report, y unos apuntes del caso español. Barcelona: Bosch Casa Editorial S.A., 1994. 185 p.

ESCH, Carlos Eduardo. O futuro dos comunicadores e a reinvenção do rádio. IN: BIANCO, Nelia Del, MOREIRA, Sonia Virgínia. (Org.). Desafios do rádio no século XXI. São Paulo: Intercom, Rio de Janeiro, UERJ, 2001. 256 p.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo 2010, Brasília, DF. Disponível em: https://indigenas.ibge.gov.br/images/indigenas/estudos/indigena_censo2010.pdf, Acesso em: 18 mai.2020

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Tradução: Daniel Grassi. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001. 205 p.

KISCHINHEVSKY, Marcelo. Rádio e Mídias sociais: mediações e interações radiofônicas em plataformas digitais de comunicação. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Mauad X, 2016. 143 p.

KLÖCKNER, Luciano. Radiojornalismo de serviço: o rumo da AM em Tempos de Internet. In.: Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 23., 2000, Manaus. Anais... São Paulo: Intercom, 2000.

KUHN, Fernando. O Rádio Na Internet: rumo à quarta mídia. 2000. Dissertação (Mestrado em multimeios) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, 2000. 126 p.

LUYTEN, Joseph M. O que é literatura popular. 4 ed. São Paulo: Brasiliense, 1987, 73 p.

MENDONÇA, Marcelo; DUARTE, Bento. Rádio Web & Podcast: Conceitos e aplicações no ciberespaço educativo. In: Actas Icono. Revista de Comunicación, Educación Y Tic. Madri, v.14, no04, p.253-261, 2010. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/277129113_Radio_Web_Podcast_conceitos_e_aplicacoes_no_ciberespaco_educativo/link/59edf0dba6fdccbbefd3f803/download. Acesso em: 10 jun. 2020.

MCLUHAN, Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. São Paulo: Cultrix, 1964. 416 p.

MEDITSCH, Eduardo. O rádio na era da Informação. Teoria e Técnica do novo Radiojornalismo. 2. ed. Florianópolis: Insular, 2007. 300 p.

MEDITSCH, Eduardo. O pecado original da mídia: o roteiro de A Guerra dos Mundos. In: MEDISTCH, Eduardo (Org.). Rádio e Pânico. A Guerra dos Mundos, 60 anos depois. Florianópolis: Insular, 1998. 237 p.

MELO, José Marques de. Jornalismo: compreensão e reinvenção. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2009. 272 p.

NEUBERGER, Rachel Severo Alves. O Rádio na Era da Convergência das Mídias. 1.ed. Bahia: UFRB, 2012. 164 p.

ORTRIWANO, Gisela Swetlana. A informação no rádio: os grupos de poder e a determinação dos conteúdos. 1. ed. São Paulo: Summus, 1985. 124 p.

ORTRIWANO, Gisela Swetlana. Os (des) caminhos do radiojornalismo. São Paulo, ECA/USP, 1990. In: MEDITSCH, Eduardo; ZUCULOTO, Valci. (Org.). Teorias do Rádio – textos e contextos. Volume II. Florianópolis: Insular, 2008. 384 p.

PERUZZO, Cicilia MK. Mídia Local, uma mídia de proximidade. In: Comunicação Veredas. Revista do Programa de Pós-graduação em Comunicação. Marilia, v.1, no 02, p.65-89, 2002. Disponível em: https://www.unimar.br/biblioteca/publicacoes/comunicacao05.pdf Acesso em: 10 jun. 2020.

PRATA, Nair. Webradio: novos gêneros, novas formas de interação. 2008. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais, 2009. 395 p.

PRATA, Nair. A Webradio e Geração Digital. In: Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. 32., 2009, Curitiba. Anais... São Paulo: Intercom, 2009. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2009/resumos/R4-3652-1.pdf Acesso em: 10 jun.2020

PRATA, Nair. Panorama da webradio no Brasil. In: Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. 36., 2013, Manaus. Anais... São Paulo: Intercom, 2013. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2013/resumos/R8-0095-1.pdf Acesso em: 10 jun. 2020.

RÁDIOS.COM. Disponível em: https://www.radios.com.br/busca/?q=campo+grande+ms&qfilter=completo Acesso em: 10 abr. 2020

RÁDIO WEB MS. Disponível em: https://www.radiowebms.com.br/ Acesso em: 10 abr. 2020.

Publicado
2022-01-14
Seção
Artigos