As vozes no radiojornalismo

quem fala nesse contexto expandido?

Resumo

Resenha do Livro "A seleção das fontes no rádio expandido".

Biografia do Autor

Luana Viana, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Doutoranda em Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Mestre em Comunicação e Jornalista pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Membro do Grupo de Pesquisa Convergência e Jornalismo (UFOP) e do Grupo de Pesquisa Mediações e Interações Radiofônicas (UERJ-UFRJ).

Referências

BRADSHAW, Paul. Model for a 21st century newsroom – redux: how digitisation has changed news organisations in a multiplatform world. [s.i]: Leanpub, 2012. Disponível em https://leanpub.com/21stcenturynewsroom Acesso em 25 jul. 2021.

BRITTOS, Valério Cruz. O rádio brasileiro na fase da multiplicidade da oferta. Verso & Reverso. São Leopoldo: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, ano 16, n. 35, p. 31-54, jul.-dez. 2002.

CANAVILHAS, João. Webjornalismo: da pirâmide invertida à pirâmide deitada. In: BARBOSA, Suzana (org.). Jornalismo digital de terceira geração. Covilhã: Labcom – Universidade da Beira Interior, 2007.

KISCHINHEVSKY, Marcelo. Rádio e mídias sociais: mediações e interações radiofônicas em plataformas digitais de comunicação. Rio de Janeiro: Mauad X, 2016.

LOPEZ, Debora Cristina. Radiojornalismo hipermidiático: tendências e perspectivas do jornalismo de rádio all news brasileiro em um contexto de convergência tecnológica. Covilhã: UBI/LabCom Books, 2010.

PEREIRA, Fábio Henrique. O jornalista sentado e a produção da notícia online no Correio Web. Em Questão, v. 10, nº 1, p. 2004.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do jornalismo: Porque as notícias são como são. Vol. 1. Florianópolis: Insular, 2005.
Publicado
2021-11-19