CONVIVER: SENTIMENTO DE PERTENCIMENTO NO PROCESSO DE INCLUSÃO DOS MORADORES DA CIDADE TURÍSTICA, OURO PRETO (MG)

  • Kerley dos Santos Alves UFOP
  • Mariany Donato Bernadino UFOP

Resumo

Este artigo busca refletir sobre as ações desenvolvidas no projeto de extensão “Valorização e Capacitação de pessoas para o Turismo vivo” vinculado a Universidade Federal de Ouro Preto por meio do pró-reitoria de extensão e do Departamento de Turismo da Escola de Direito, Turismo e Museologia que propõe inserir, na atividade turística e cultural, pessoas em situação de vulnerabilidade social dos  Centro de Referências em Assistência Social (CRAS) e Abrigos Institucionais de Ouro Preto, capacitando-os para geração de renda e incentivo a apropriação da cidade,  por meio da interdisciplinaridade entre planejamento turístico, psicologia socioambiental, direitos humanos e participação popular. A metodologia utilizada foi a mescla de pesquisa bibliográfica, autogestão da economia solidária e análise qualitativa dos relatos acerca das percepções do grupo de participantes em uma das visitas técnicas-culturais realizadas. Os resultados apontam para a apropriação dos espaços culturais da cidade e aumento da autoestima dos participantes.

Referências

ALVES, Kerley dos Santos. Turismo e gestão social para o desenvolvimento local: interesses hegemônicos e contra hegemônicos. Relatório de Estágio pós doutoral. CES/Portugal, 2019.

BOHRER, Alex. Origens de Ouro Preto. Disponível em <http://www.ouropreto.mg.gov.br/historia>. Acesso em 04 de julho de 2019.

BOHRER, Alex. Evolução urbana e histórica de Ouro Preto. Disponível em <http://www.ouropreto.mg.gov.br/historia>. Acesso em 04 de julho de 2019.

CASTROGIOVANNI, Antonio Carlos. Turismo e ordenação no espaço urbano. In: CASTROGIOVANNI, Antonio Carlos; GASTAL, Susana. Turismo Urbano. São Paulo:

Contexto, 2001.

DEPREST, F. Inquérito sobre o Turismo de Massa: a ecologia face ao território. Lisboa: Instituto Piaget, 1997.

CARVALHO, Mariana Aldrigui. Os números do ensino superior em turismo e hospitalidade no Brasil–2001 a 2006. In: SEMINÁRIO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM TURISMO, 5., Belo Horizonte, MG. Anais... Belo Horizonte, BH: Anptur, 2008.

CORREA. J. E. Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras. Coordenação Nacional do FORPROEX. Belo Horizonte: Coopmed, 2007.

SOUSA. Mauro. O pertencimento ao comum mediático: a identidade em tempos de transição. Revista USP, 2010. Disponível em <http://www.revistas.usp.br/significacao/article/viewFile/68112/70670>. Acesso em:

de janeiro de 2018

NOGUEIRA, M. D. P. (Org.). Extensão Universitária: diretrizes conceituais e políticas: documentos básicos do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras. Belo Horizonte: PROEX/UFMG, 2001.

ROCHA, Roberto Mauro Gurgel. A construção do conceito de extensão universitária na América Latina. In: FARIA, Dóris Santos de (Org.). Construção conceitual da extensão universitária na América Latina. Brasília: Universidade de Brasília, 2001.

SILVA, Michelle Nascimento. Identidade, pertencimento e sociabilidade no espaço urbano: observações sobre a percepção dos usuários do bairro Cidade Baixa em Porto Alegre. REVISTA ILUMINURAS, 2013. Disponível em: <https://www.seer.ufrgs.br/iluminuras/article/view/44388/28043>. Acesso em 04 de julho de 2019.

ZAOUAL, H. nova economia das iniciativas locais: uma introdução ao pensamento pós-global. Tradução de Michel Thiollent. Rio de Janeiro: DP&A: Consulado Geral da França/COOPE/UFRJ, 2006. (Tradução de Nouvelle économie des initiatives locales).

Publicado
2020-02-27
Seção
Relatos de experiência ou Comunicação