ABRACE - Grupo de acolhimento e cuidado dos estudantes da UFOP

  • Aisllan Diego Assis Escola de Medicina da Universidade Federal de Ouro Preto
  • Gustavo Meirelles Ribeiro
  • Vivian Walter do Reis
  • Mylla Vaz
  • Nayara Christini Anselmo
  • Estevan Rodrigues dos Santos Neto
Palavras-chave: Saúde do Estudante, Saúde Mental, Saúde de Grupos Específicos, Grupos de Autoajuda, Assistência Estudantil, Acolhimento.

Resumo

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) desenvolve em sua Política de Assistência Estudantil o Programa de Incentivo à Diversidade e Convivência (PIDIC), objetivando estimular ações de inclusão social e convivência entre os estudantes. Por meio desse programa, foi construído o Grupo de Acolhimento e Cuidado dos Estudantes da UFOP - ABRACE, cujo objetivo é criar espaço para abordagem grupal dos aspectos da vida universitária e saúde mental dos estudantes, sendo realizado desde abril de 2019. O ABRACE é grupo terapêutico aberto, articulado por meio de técnicas grupais voltadas para a escuta, ajuda mútua e apoio psicossocial dos participantes. Suas sessões acontecem duas vezes por semana, em horário e local que facilitam a participação dos estudantes. Já foram realizadas 51 sessões com 8 participantes em média, perfazendo o total de 387 participações em 2019. Os temas mais trabalhados nas sessões do ABRACE foram ansiedade, solidão e depressão, além da importância das amizades, da moradia estudantil e do atendimento à saúde dos estudantes pela Universidade e o SUS. O ABRACE tornou-se referência no atendimento de saúde mental entre os estudantes. Em 2020, foi criado o ABRACE em Casa, grupo de acolhimento virtual para escuta e apoio emocional dos estudantes durante a pandemia da COVID-19.

Referências

AFONSO, M. L.; ABADE, F. L. Para reinventar as rodas: rodas de conversa em direitos humanos. Belo Horizonte: RECIMAM, 2008. Disponível em https://ufsj.edu.br/portal-repositorio/File/lapip/PARA_REINVENTAR_AS_RODAS.pdf . Acesso em: 24 mai. 2020.
AMARANTE, P. Saúde Mental e Atenção Psicossocial. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2007.
ASSIS, A., DE OLIVEIRA, A. Vida universitária e Saúde Mental: Atendimento às demandas de saúde e Saúde Mental de estudantes de uma universidade brasileira. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, 2, dez. 2011. Disponível em https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/68464/0 . Acesso em 25/05/2020.
ASSIS, Aisllan Diego de et al. Grupo de familiares na prática de ensino de graduação em enfermagem. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo, v. 44, n. 3, p. 833-838, Sept. 2010. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0080-62342010000300040&script=sci_abstract&tlng=pt , Acesso em 24/05/2020.
BARBOSA, Valquíria Farias Bezerra et al. O cuidado em saúde mental no Brasil: uma leitura a partir dos dispositivos de biopoder e biopolítica. Saúde em Debate [online]. 2016, v. 40, n. 108, pp. 178-189. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0103-1104-20161080015 . Acessado 28/05/2020.
BLEICHER, Taís; OLIVEIRA, Raquel Campos Nepomuceno de. Políticas de assistência estudantil em saúde nos institutos e universidades federais. Psicol. Esc. Educ., Maringá, v. 20, n. 3, p. 543-549, Dez, 2016. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-85572016000300543&script=sci_abstract&tlng=pt . Acesso em 23/05/2020.
BRASIL. DECRETO Nº 7.234, DE 19 DE JULHO DE 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil - PNAES. Brasília, 2010. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7234.htm. Acesso em 30/05/2020.
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde mental / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília: Ministério da Saúde, 2013. 176 p.: il. (Cadernos de Atenção Básica, n. 34). Disponível em http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/caderno_34.pdf . Acesso em 30/05/2020.
FERREIRA, Fernanda Maria Príncipe Bastos; BRITO, Irma da Silva; SANTOS, Margarida Reis. Health promotion programs in higher education: integrative review of the literature. Rev. Bras. Enferm., Brasília, v. 71, supl. 4, p. 1714-1723, 2018. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672018001001714. Acesso em 25/05/2020.
FONAPRACE. Perfil Socioeconômico e Cultural dos Estudantes de Graduação das Universidades Federais Brasileiras. Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis (FONAPRACE). Brasília: 2011. Disponível em http://www.andifes.org.br/wp-content/files_flutter/1377182836Relatorio_do_perfi_dos_estudantes_nas_universidades_federais.pdf . Acesso em 31/05/2020.
LANCETI, Antônio et al. Grupos e Coletivos. SAÚDELOUCURA 4. 2ª ed. Rio de Janeiro: HUCITEC Editora, 2004.
LANE, Silvia Tatiana Maurer. O processo grupal. In: Lane, Silvia T.M; Codo, Wanderley (Org). Psicologia Social – O homem em movimento. 8ª Ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1989.
MOURA, Adriana Borges Ferro; LIMA, Maria da Glória Soares Barbosa. A Reinvenção da Roda: Roda de Conversa, um instrumento metodológico possível. Interfaces da Educação, v. 5, n. 15, p. 24-35, 2015. Disponível em: https://periodicosonline.uems.br/index.php/interfaces/article/view/448/414. Acesso: 17/05/2020.
PADOVANI, Ricardo da Costa et al. Vulnerabilidade e bem-estar psicológicos do estudante universitário. Rev. bras.ter. cogn., Rio de Janeiro , v. 10, n. 1, p. 02-10, jun. 2014. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1808-56872014000100002&lng=pt&nrm=iso . Acesso em 30/05/2020.
SAHÃO, Fernanda Torres. Saúde mental do estudante universitário: comportamentos que favorecem a adaptação ao ensino superior. Dissertação (Mestrado em Análise do Comportamento) - Universidade Estadual de Londrina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Análise do Comportamento. Londrina: 2019. Disponível em http://www.uel.br/pos/pgac/wp-content/uploads/2019/08/Saude-mental-do-estudante-universitario-comportamentos-que-favorecem-a-adaptacao-ao-ensino-superior.pdf. Acesso em 25/05/2020.
Universidade Federal de Ouro Preto. RESOLUÇÃO CUNI N° 1.967 de 25 de janeiro de 2018. Regulamenta o Programa de Incentivo à Diversidade e Convivência - PIDIC. Ouro Preto: 2018. Disponível em https://prace.ufop.br/sites/default/files/resolucao_cuni_1967.pdf . Acesso em 20/05/2020.
WARSCHAUER, Cecília. Rodas em rede: oportunidades formativas na escola e fora dela. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.
ZARA, Anamelia F. Prado et al. Grupo de Acolhimento em Saúde Mental e Reabilitação na Atenção Básica: uma reflexão sobre a potência de dispositivos grupais. Psicologia Revista, [S.l.], v. 17, n. 1/2, p. 77-97, fev. 2014. Disponível em https://revistas.pucsp.br/psicorevista/article/view/18022 . Acesso em 20/05/2020.
Publicado
2021-01-13
Seção
Relatos de experiência ou Comunicação