O imperativo gramatical em gibis da Turma da Mônica: um estudo em tempo real

  • Anna Kesya Ferreira Lima Universidade Estadual do Ceará
  • Aluiza Araújo Universidade Estadual do Ceará
  • Kethleen Claudino Universidade Estadual do Ceará
Palavras-chave: Sociolinguística variacionista, Imperativo indicativo, Gibis

Resumo

Este trabalho, embasado na Sociolinguística Variacionista, tem como objeto de estudo o uso do modo verbal imperativo na forma associada ao indicativo ou subjuntivo. Seu corpus é constituído por 23 gibis da Turma da Mônica e Turma da Mônica Jovem. Os exemplares, coletados para este estudo, abrangeram as décadas de 80, 90 e a primeira e segunda década do século XXI. O objetivo deste trabalho é verificar quais variáveis interferem no uso do imperativo, analisando o fenômeno em narrativas de quadrinhos. Após a submissão dos dados ao software Goldvarb X, os resultados demonstraram uma diminuição expressiva do imperativo associado ao subjuntivo e o aumento do uso do imperativo na forma indicativa através das décadas. Além disso, o entendimento de como as diferentes gerações se expressam foi apontado como influenciador do aumento do uso da forma indicativa.

Referências

ANDRADE, Carolina Queiroz; MELO, Fernanda Gláucia de Moura; SCHERRE, Maria Marta Pereira. História e variação lingüística: um estudo em tempo real do imperativo gramatical em revista em quadrinhos da Turma da Mônica. In: Jornal de Letras da UniCEUB. Brasília, Ano 3 – número 1 – Agosto de 2007a.

BORGES, Poliana Rossi. Formas imperativas em tiras de jornais paulistas. Estudos Lingüísticos XXXIV. São Paulo. 2005, p. 738-743.

CARDOSO, Daisy Bárbara Borges. O imperativo gramatical no português brasileiro. Estudos Linguísticos, Belo Horizonte, v. 14, n. 2, jun./dez, 2006, p. 317-340.

CHOMSKY, Noam. Syntactic Structures. Paris: Mouton Publishers, 1957.

CUNHA, Celso Ferreira da; CINTRA, Luís Felipe Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

FIGUEROA, Ester. Sociolinguistic metatheory. Oxford: Pergamon, 1996.

HOWE, Neil; STRAUSS, William. Millennials rising: the next great generation. New York: Vintage books, 2000.

GUY, Gregory; ZILLES, Ana Maria Stahl. Sociolinguística Quantitativa: instrumental de análise. São Paulo: Editora Parábola, 2007.

LABOV, William. Where does the Linguistic variable stop? A response to Beatriz Lavandera. Sociolinguistic Working Papers, n. 44, p. 1-16, 1978.

______. Principles of linguistic change: internal factors. Oxford: Blackwell, 1994.

______. Quantitative Reasoning in Linguistics. Available, 2008. Disponível em: . Acesso em 30 ago. 2018.

______. Padrões Sociolinguísticos. Tradução: Marcos Bagno, Maria Marta Pereira Scherre, Caroline Rodrigues Cardoso. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

MENDES, Glaydson Dias. O imperativo na escrita do português brasileiro: variação ou mudança? 2015. 31 f., il. Monografia (Licenciatura em Letras Português)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.

LIMA, Geovane Maciel. O modo imperativo em propagandas: um caso de variação linguística. 2014. 59 p. Monografia Letras – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2014.

MEYERHOFF, Miriam. Introducing Sociolinguistics. Routledge: London and New York, 2006.

MOLLICA, Maria Cecília. Fundamentação teórica: conceituação e delimitação. In: MOLLICA, Maria Cecília; BRAGA, Maria Luiza (orgs.). Introdução à Sociolinguística: o tratamento da variação. São Paulo: Contexto, 2003, p. 9-14.

PINTZUK, Susan. Programas VARBRUL. Rio de Janeiro-RJ, UFRJ, 1988.

SCHERRE, Maria Marta Pereira; NARO, Anthony J. Análise quantitativa e tópicos de interpretação do Varbrul. In: MOLLICA, Maria Cecília; BRAGA, Maria Luíza (orgs.). Introdução à sociolinguística: o tratamento da variação. São Paulo: Contexto, 2007. p. 147-177.

SOUSA, Maurício. Turma da Mônica: clássico do cinema, Avatura. São Paulo: Panini Brasil LTDA, n. 24, 2011.

STORY, John. Cultural theory and popular culture: an introduction. New York: Pearson Longman, 2009.

ROCHA LIMA, Carlos Henrique. Gramática normativa da língua portuguesa. Rio de Janeiro: José Olympio, 2002 [1972].

SANKOFF, David; TAGLIAMONTE, Sali; SMITH, Eric. Goldvarb X: A multivariate analysis application. Toronto: Department of Linguistics; Ottawa: Department of Mathematics, 2005. Disponível em http://individual.utoronto.ca/tagliamonte/goldvarb.html. Acesso em: 10 jun. 2018.

SAUSSURE, Ferdinand. Curso de Linguística Geral. São Paulo: Cultrix, 2008 [1915].

TARALLO, Fernando. A pesquisa sociolinguística. São Paulo: Ática, 1985.

WEINREICH, Uriel; LABOV, William; HERZOG, Marvin. I Fundamentos empíricos para uma teoria da mudança linguística. Trad.: Marcos Bagno. São Paulo: Parábola Editorial, 2006.
Publicado
2019-12-30
Seção
Artigos - Fluxo contínuo