Projeto Artaud: Relatos de uma criação inspirada em Antonin Artaud

Resumo

Buscamos com o artigo descrever e fundamentar os procedimentos de criação que envolveram o espetáculo Projeto Artaud (2013), com direção geral de Marcos Laporta e Rachel Chula. O espetáculo foi caracterizado por duas pesquisas práticas: uma pesquisa solo de experimentação de estados anímicos, partindo do conceito atletismo afetivo de Artaud (1995) e outra pesquisa em que se buscou experimentar procedimentos de treinamento e composição corpóreo-vocais, partindo de diferentes técnicas como dança contemporânea, ballet clássico, jogos corpóreo-vocais, canto e improvisações com textos de Antonin Artaud.

Biografia do Autor

Daiane Dordete Steckert Jacobs, UDESC

Daiane Dordete Steckert Jacobs é Professora Associada IV do Departamento de Artes Cênicas, área de voz/interpretação e do Programa de Pós-graduação em Teatro da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Também é Diretora de Extensão, Cultura e Comunidade do Centro de Artes da UDESC. Doutora e Mestra em Teatro pela UDESC. 

Marcos Bittencourt Laporta, UDESC

Marcos Bittencourt Laporta é Ator, Professor de Teatro e pesquisador. Especialista em História de Arte pela Universidade Estácio de Sá. Mestrando em Teatro pela UDESC. 

Maria Rachel de Souza Chula, UDESC

Maria Rachel de Souza Chula é Atriz , Bailarina e Professora de Dança e de Teatro. Mestra em Teatro pela UDESC.

Referências

AMARAL, Sônia. Chi-Kun: A respiração taoísta. Exercícios para a mente e para o corpo. São Paulo: Summus Editora, 1984.

ARTAUD, Antonin. O teatro e seu duplo. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

BONFITTO, Matteo. O ator compositor. São Paulo: Perspectiva, 2002.

CARREIRA, André; FORTES, Ana Luiza (Org.). Estados: relatos de uma experiência de pesquisa sobre atuação. Florianópolis: Editora da UDESC, 2011.

CARVALHAL, Júlia Alves Rodrigues. Provocador Cênico: Implicações de uma outra função em processos colaborativos e pedagógicos. Mestrado em Artes. Brasília: Unb, 2016.

CAVAREIRO, Adriana. “The Vocal body: extract from A Philosophical encyclopedia of the body”. In Qui Parle: journal of Critical Humanities and Social Sciences. Lincoln: University of Nebraska Press, 2012, col.21, n.01, pp.71-83.

CAVAREIRO, Adriana. Vozes Plurais: filosofia da expressão vocal. Tradução de Flavio Terrigo Barbeitas. - Belo Horizonte: Editor UFMG, 2011.

CHULA, Rachel. Projeto Artaud: Um processo de treinamento e criação da dramaturgia do ator a partir de preceitos de Antonin Artaud. Trabalho de conclusão do curso de Bacharelado e Licenciatura da Universidade do Estado de Santa Catarina. Santa Catarina: UDESC, 2014.

FERRACINI, Renato. A arte de não-interpretar como poesia corpórea do ator. São Paulo: UNICAMP, 2011.

FERRACINI, Renato. POSSANI, M.A. Treinamento e modos de existência: deslocamentos e intersecções. In ESPÍRITO SANTO, Denise; MOTTA, Gelson. (org). Zonas de Contato usos e abusos de uma poética do Corpo. Rio de Janeiro: Outros Letras. 2014, p.22-47

LAPORTA, Marcos. O ator como treinador de si mesmo: reflexões a partir do treinamento em Projeto Artaud. Trabalho de conclusão do curso de Bacharelado e Licenciatura da Universidade do Estado de Santa Catarina. Santa Catarina: UDESC, 2014.

MÈREDIEU, Florence de. Eis Antonin Artaud. São Paulo: Perspectiva, 2011.

MONTENEGRO, Mônica de Almeida Prado. O CORPOORAL: Concepções e Prática - uma abordagem de trabalho de voz para o ator. Doutorado em Artes Cênicas. São Paulo: USP, 2019.

Publicado
2020-05-01