Mergulho no Espectro Azul: práticas somático-performativas no mar com meu filho autista

Resumo

Apresentação e discussão de algumas práticas somático-performativas desenvolvidas com meu filho autista Lucio Di Franco, desde 2018, parte do projeto Imersão como Pesquisa: Criação e composição somático-performativas a partir de deficiências invisíveis e(m) ambientes fluidos. Enquanto algumas atualizações médicas embasam a transição de “ser” autista para “estar” autista, a somática é utilizada como arcabouço técnico e estético para ampliar as possibilidades expressivas no/com o ambiente fluido, desenvolvendo modos de existência mais potentes e integrados.

Biografia do Autor

Ciane Fernandes, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Ciane Fernandes é Professora Titular da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e uma das fundadoras do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFBA. Ph.D. em Artes e Humanidades para Intérpretes das Artes Cênicas pela New York University, Analista de Movimento pelo Laban/Bartenieff Institute of Movement Studies (New York), de onde é pesquisadora associada. E-mail: cianef@gmail.com.

Publicado
2020-07-21