O Ensino de Literatura Negra nas aulas de Língua Portuguesa: (re)pensando o currículo e o papel do professor de língua materna através da Linguística Aplicada

  • Carlos Henrique de Brito Furquim

Resumo

O presente texto surge motivado pelas experiências docentes e também pelo interesse do autor em contribuir para a promoção da igualdade racial através das aulas de Língua Materna. Neste trabalho é abordada a importância (e surgimento) da Literatura Negra Brasileira com foco no Ensino de Língua Portuguesa na Educação Básica e nos cursos de Licenciatura em Letras – Língua Portuguesa. Pensa-se também o ensino da Literatura Negra a partir dos desdobramentos da Lei №10.639/03, bem como a formação do leitor literário numa perspectiva identitária e o papel dos professores de línguas para a promoção de uma educação anti-racista. O estudo está situado dentro do campo da Linguística Aplicada Transgressiva, ao trazer inquietações que emergem na área e, sobretudo, por situar-se em um escopo desconstrucionista, pensando nas relações entre ensino de língua materna, o papel do professor de línguas e as vozes de pesquisadores e professores que interrogam o ensino e o campo do conhecimento em um viés identitário a partir de seus corpos.
Seção
Artigos