O perfil de audiência do jovem universitário

  • Kamilla Morando Avelar FUMEC
  • Edione Abreu
  • Thamiris Aline Prado
  • Taíssa Faria Estudante de jornalismo da UFOP
Palavras-chave: rádio expandido, audiência, convergência midiática

Resumo

A pesquisa Conhecer o ouvinte-internaura: Um estudo sobre o perfil da audiência de rádio no cenário de convergência, em sua segunda fase, aplica questionários em todos os cursos superiores da cidade de Mariana-MG. O objetivo é buscar conhecer o perfil da audiência do jovem contemporâneo. A partir da literatura usada para referenciar a área de conhecimento foi aplicada na interpretação de dados da pesquisa, procedendo-se a uma análise qualitativa em que os resultados apontam para o baixo consumo de rádio pelo público universitário e para a pouca interação do ouvinte com as emissoras. A maior parte dos entrevistados acessa a internet para consumir notícias e passa mais de sete horas conectada, mas poucas pessoas utilizam a rede para acessar o rádio. Conclui-se assim que o cenário é preocupante e exige investimento em relacionamento envolvendo o rádio e o ouvinte no ambiente convergente.

Biografia do Autor

Kamilla Morando Avelar, FUMEC
Jornalista pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH), especialista em Gestão de Marketing pela Fundação Dom Cabral, mestranda do programa de Pós-Graduação em Comunicação e Temporalidades pela Universidade Federal de Ouro Preto (PPGCOM/UFOP), membro do Grupo de Pesquisa Convergência e Jornalismo (Conjor) e Grupo Afetos (UFMG). Doutoranda em Administração pela Fumec.
Edione Abreu
Jornalista formado pela UFOP.
Thamiris Aline Prado
Jornalista formada pela UFOP.

Referências

BENZECRY, Lena; KISCHINHEVSCK, Marcelo. Interações no rádio musical expandido: um aporte etnográfico. Galaxia, São Paulo: 2014.

DEL BIANCO, Nélia. Tendências da programação radiofônica nos anos 90 sob o impacto das inovações tecnológicas. In: DEL BIANCO, Nélia; MOREIRA, Sonia. (Org.). Rádio no Brasil: tendências e perspectivas. 1ed. Rio de Janeiro: Eduerj, 1999, v. 1.

DEL BIANCO, Nélia. O tambor tribal de McLuhan. In: MEDITSCH, Eduardo. Teoria do Rádio: textos e contextos. Florianópolis: Insular, 2005.

FERRARETTO. Arthur. Possibilidades de convergência tecnológica: pistas para a compreensão do rádio e das formas do seu uso no século 21. In: XXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Santos, 2007.

FERRARETTO, Arthur; KISCHINHEVSCK, Marcelo. Rádio e convergência: uma abordagem pela economia política da comunicação. Revista Famecos. Porto Alegre: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, v. 17, n.3, p.172-180, set.-dez. 2010.

FERRARETTO, Arthur. O rádio e as formas do seu uso no início do século XXI: uma abordagem histórica. In MAGNONI, Antônio & CARVALHO, Juliano (Orgs.). O Novo Rádio: cenários da radiodifusão na era digital. São Paulo: Senac, 2010 (b).

FERRARETTO, Arthur. Rádio e capitalismo no Brasil: uma abordagem histórica. In: HAUSSEN, Doris Fagundes; BRITTOS, Valério Cruz (Org.). Economia política, comunicação e cultura. Porto Alegre: Editora da PUCRS, 2009. p. 93-112.

FERRARETO, Arthur. Uma proposta de periodização para a história do rádio no Brasil. Revista de economía politica de las Tecnologias de la Informacíon y de la Comunicacíon. Vol.XIV, n.2, mai-ago, 2012.

FILDER, Roger. Mediamorfosis: compreender los nuevos médios, Buenos Aires: Granica, 1998.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 5ª ed. São Paulo: Editora Atlas, 1999.

JENKINS, Henry. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2006.

KISCHINHEVSKY, Marcelo. O rádio sem onda: convergência digital e novos desafios da radiodifusão. Rio de janeiro, e-papers, 2007.

KISCHINHEVSKY, Marcelo, MODESTO, Cláudia Figueiredo. Interações e mediações, instâncias de apreensão da comunicação radiofônica. Questões Transversais – Revista de Epistemologias da Comunicação, v. 2, p. 12-20, 2014.

LOPEZ, Debora; FREIRE, Marcelo. O potencial das ferramentas multimídia em ambiente de convergência: um estudo de caso do site da Rádio BandNews FM. Estudos em Jornalismo e Mídia (UFSC), Ano 2, p. 30-45, 2010.

MODESTO, Cláudia; KISCHINHEVSKY. Marcelo. Interações e mediações – Instâncias de apreensão da comunicação radiofônica. In: XXIII Encontro Anual da Compós, Universidade Federal do Pará, 27 a 30 de maio de 2014. Acesso em: 12 jun. 2016.

NEGREDO, Samuel; SALAVERRIA, Ramón. Periodismo integrado: convergencia de medios y reorganización de redacciones. Barcelona: Sol 90 Media, 2008.

ORTRIWANO, Gisela. Radiojornalismo no Brasil: fragmentos de história. Revista USP, São Paulo, n.56, p. 66-85, dez./fev. 2002-2003. Disponível em: http://www.usp.br/revistausp/56/10-gisela.pdf Acesso em: 22 de dezembro de 2015.

PRATA, Nair. Panorama da webradio no Brasil. In: XXXVI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Disponível em http://www.intercom.org.br/. Acesso em: 10 jun. 2016.

PRATA, N. Webradio: novos gêneros, novas formas de interação. Florianópolis: Insular, 2009.

REIS, Clóvis. A evolução histórica da publicidade radiofônica no Brasil (1922-1990). In: II Encontro Nacional da Rede Alfredo de Carvalho, Florianópolis, 2004. Acesso em: 14 jun. 2016.

RICHERS, Raimar. Segmentação de mercado: uma visão de conjunto. In: RICHERS, Raimar; LIMA, Cecília Pimenta (Org.). Segmentação: opções estratégicas para o mercado brasileiro. São Paulo: Nobel, 1991.

Publicado
2017-12-26
Edição
Seção
Artigos