Apropriação da plataforma digital observada através de homepages da Rádio Itatiaia

  • Luana Viana Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)
  • Priscila Santos Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
  • Ticiane Alves Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).
Palavras-chave: Rádiojornalismo, Convergência, Comunicação.

Resumo

Este artigo retrata a apropriação das ferramentas disponibilizadas na internet pela homepage da Rádio Itatiaia e tem como objetivo observar o uso de estratégias pelo site desta emissora ao longo do tempo para apontar marcos transitórios. Partindo do pressuposto que as emissoras ainda subaproveitam os potenciais oferecidos pela web na apresentação de seus conteúdos na interface do site, é através da metodologia de análise de conteúdo, do estudo de caso e da ferramenta Wayback Machine que este trabalho busca apontar a adoção de recursos inerentes à web na apresentação do conteúdo disponível no site oficial. Como resultado, pudemos observar que no ambiente digital ainda há muitas estratégias a serem utilizadas pelas emissoras tanto para a disponibilização de elementos nas interfaces quanto para a potencialização da circulação de seus conteúdos

Biografia do Autor

Luana Viana, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)

Doutoranda em Estudos de Linguagens no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), Mestre em Comunicação e Jornalista pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Membro do Grupo de Pesquisa Convergência e Jornalismo (ConJor) e do Grupo de Pesquisa Mediações e Interações Radiofônicas (PPGCOM/UERJ).

Priscila Santos, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
Estudante de Graduação do 9º. semestre do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), membro do Conjor.
Ticiane Alves, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).
Estudante de Graduação do 9º. semestre do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), membro do Conjor.

Referências

CANAVILHAS, João. El nuevo ecosistema mediático. Index Comunicación, vol. 1, p.13-24, 2011.

CUNHA, Mágda. O rádio na nova ecologia de mídia. In: ZUCULOTO, Valci; LOPEZ, Debora Cristina; KISCHINHEVSKY, Marcelo. (Org.) Estudos radiofônicos no Brasil: 25 anos do Grupo de Pesquisa Rádio e Mídia Sonora da Intercom. 1. ed. São Paulo: Intercom, v. 1. 530p, 2016.

FERRARETTO, Luiz Artur. Uma proposta de periodização para a história do rádio no Brasil. Eptic, Aracaju: Observatório de Economia e Comunicação da Universidade Federal de Sergipe, v. XIV, n. 2, maio-ago. 2012.

HERSCOVITZ, Heloíza. Análise de Conteúdo em jornalismo. In: LAGO, Cláudia. BENETTI, Márcia (Org.). Metodologia de pesquisa em jornalismo. Petrópolis: Vozes, 2007.

JENKINS, Henry. GREEN, Joshua; FORD, Sam. Cultura da conexão: criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: Aleph, 2014.

KISCHINHEVSKY, Marcelo. Compartilhar, etiquetar: Interações no rádio social. Comunicação, Mídia e Consumo (Online), v. II, p. 143-162, 2014.

_________. Rádio e mídias sociais: mediações e interações radiofônicas em plataformas digitais de comunicação. 1. ed. Rio de Janeiro: Mauad X, v. 1. 152p. 2016.

MIELNICZUK, Luciana. O Link como Recurso da Narrativa Jornalística Hipertextual. In: Intercom - Congresso da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares de Comunicação, 2005, Rio de Janeiro. Intercom, 2005.

PALACIOS, Marcos. MIELNICZUK, Luciana. BARBOSA, Suzana. RIBAS, Beatriz. NARITA, Sandra. Um mapeamento de características e tendências no jornalismo online brasileiro e português. Comunicarte, Aveiro, Portugal, v. 1, n. 2, 2002.

PRATA, Nair. Rádio Itatiaia: 60 anos de jornalismo. In: KLOCKNER, Luciano; PRATA, Nair. (Org.). Mídia sonora em 4 dimensões. Porto Alegre: EDIPUCRS, v. , p. 120-137, 2011.

QUADROS, Mirian Redin. LOPEZ, Debora Cristina. Rádio e redes sociais: novas ferramentas para velhos usos?. In Texto (UFRGS. Online), v. 30, p. 166-183, 2014.

REIS, Ana Isabel. O Áudio nas cibernotícias das rádios. Lisboa: Media XXI, 2015.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2010.

Publicado
2018-12-28
Edição
Seção
Artigos