Rádios universitárias entre a comunicação institucional e o jornalismo

  • Marcelo Kischinhevsky
  • Izani Mustafá
  • João Paulo Malerba
  • Liana Monteiro
Palavras-chave: Jornalismo, Radiojornalismo, Rádios universitárias, Comunicação pública.

Resumo

Que tipos de jornalismo são oferecidos pelas emissoras universitárias a suas audiências? Estas rádios representam, efetivamente, uma alternativa em termos de informação, concorrendo com a mídia de referência em suas praças de atuação? O presente trabalho sistematiza dados obtidos em levantamento exploratório sobre as características de programação de 16 rádios universitárias AM/FM e web de todas as regiões do país, realizado entre março e abril de 2019. Ao longo do trabalho, constatamos que o radiojornalismo nas emissoras universitárias – entendidas como espaços específicos da comunicação pública e educativa aptos a oferecer uma chave para a democratização do acesso à informação e ao conhecimento – enfrenta uma série de desafios decorrentes da falta de infraestrutura e pessoal especializado, das pressões por desempenhar o papel de canais de comunicação institucional e das incertezas no plano organizacional, sobretudo no setor privado.

Referências

BAUER, Martin W. Análise de ruído e música como dados sociais. In: BAUER, Martin W., GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Petrópolis: Vozes, 2002a.

_____. Análise de conteúdo clássica: uma revisão. In: BAUER, Martin W., GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Petrópolis: Vozes, 2002b.

CASAJÚS, Lucia; GIORGI, Noelia (ed.). Lo dijo la radio – Entonces habrá que investigar. Avellaneda, Argentina: Undav Ediciones, 2017.

FERNÁNDEZ, José Luis. La captura de la audiencia radiofónica. Buenos Aires: Liber Editores, 2012.

KISCHINHEVSKY, Marcelo; MUSTAFÁ, Izani; PIERANTI, Octavio Penna; HANG, Lorena. Rádios universitárias no Brasil: Um campo em constituição. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, v. 15, n. 9, p. 132-142. Alaic: 2018.

KISCHINHEVSKY, Marcelo; MUSTAFÁ, Izani; MATOS, Cristiana Martins de; HANG, Lorena. Por uma historiografia do rádio universitário no Brasil. Revista Brasileira de História da Mídia (RBHM), v. 7, n. 2. São Paulo: Rede Alcar, 2018.

KISCHINHEVSKY, Marcelo, BENZECRY, Lena, MUSTAFÁ, Izani, DE MARCHI, Leonardo, CHAGAS, Luãn, FERREIRA, Gustavo, VICTOR, Renata, VIANA, Luana. A consolidação dos estudos de rádio e mídia sonora no século XXI – Chaves conceituais e objetos de pesquisa. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação (RBCC), Intercom, São Paulo, v.40, n.3, p.91-108, set./dez. 2017. DOI: 10.1590/1809-5844201736.

KISCHINHEVSKY, Marcelo. Rádio e mídias sociais – Mediações e interações radiofônicas em plataformas digitais de comunicação. Rio de Janeiro: Ed. Mauad X, 2016a.

KISCHINHEVSKY, Marcelo. Métodos de pesquisa qualitativa aplicada à comunicação radiofônica. In: MOURA, Cláudia Peixoto de, LOPES, Maria Immacolata Vassallo de (org.). Pesquisa em comunicação: metodologias e práticas acadêmicas. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2016b.

MARTÍN-PENA, Daniel, PAREJO CUÉLLAR, Macarena, VIVAS MORENO, Agustín. La radio universitaria – Gestión de la información, análisis y modelos de organización. Barcelona: Gedisa, 2016.

MARTÍN-PENA, Daniel, MARTA-LAZO, Carmen e ORTIZ SOBRINO, Miguel Ángel. Perspectivas y prospectivas de la radio universitaria en la era digital. Cuadernos Artesanos de Comunicación, n. 113. La Laguna, Tenerife: Sociedad Latina de Comunicación Social, 2016.

SANTOS, Elias. UFMG Educativa. In: PRATA, Nair (org.). O rádio entre as montanhas: histórias, teorias e afetos da radiofonia mineira. Belo Horizonte: Fundac, 2010.

Publicado
2020-01-04
Edição
Seção
Artigos