Sobre a Revista

Foco e Escopo

Radiofonias – Revista de Estudos em Mídia Sonora, antiga Rádio-Leituras (ISSN 2179-6033), é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Ouro Preto, do Grupo de Pesquisa Convergência e Jornalismo (ConJor) e do Núcleo de Rádio e TV (NRTV) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Conta com o apoio do Grupo de Pesquisa em Rádio e Mídia Sonora da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom). O objetivo da publicação é ser um espaço para análise e reflexão sobre o rádio, a mídia sonora, o radiojornalismo e os processos de convergência que dialoguem direta ou indiretamente com as diversas modalidades de comunicação sonora. A revista pretende promover debates e estimular o desenvolvimento e a difusão de conhecimento científico, contribuindo, juntamente com outros esforços e iniciativas, para o crescimento do campo dos estudos radiofônicos e da mídia sonora como um todo. Desta forma, a publicação encoraja a abordagem de questões metodológicas e conceituais relativas ao estudo do rádio e da mídia sonora, estimulando também a interdisciplinaridade nas propostas e o diálogo com pesquisadores de outros países. Radiofonias prioriza publicações decorrentes de pesquisas em nível de pós-graduação e inéditas. Destina-se a pesquisadores, professores, profissionais e estudantes de comunicação e especificamente de rádio.

+++

Os trabalhos enviados à Radiofonias devem ser inéditos e seguir as diretrizes para autores.

Todo texto recebido será pré-avaliado pela Comissão Editorial (etapa de desk review), para verificar a aderência à proposta da revista.

Uma vez aprovado, será encaminhado à avaliação por membros do Conselho Editorial e/ou pareceristas ad hoc selecionados pelos editores. Todos os artigos passam pelo processo de double blind peer review, ou seja, são avaliados por dois(duas) pareceristas sem qualquer informação ou contato com os(as) autores(as). Em caso de divergência entre os pareceres, um(a) terceiro(a) parecerista pode ser acionado(a) para balizar a decisão editorial sobre a submissão.

Os(as) autores(as) são notificados(as), via e-mail, do aceite ou recusa dos trabalhos, em mensagem acompanhada dos pareceres anônimos.

No caso de pedidos de alteração dos artigos, os(as) autores(as) são notificados(as), também via e-mail, e têm prazo de 15 dias para realizar as reformulações. Caso os ajustes não sejam feitos em tempo hábil, o texto poderá ter sua publicação cancelada ou adiada.

+++

A partir de 2020, a revista passa a ser quadrimestral.

+++

Radiofonias é uma revista open source, que oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

+++

Radiofonias não exige dos autores a transferência de direitos autorais sobre a produção, mas o direito de publicar o artigo nos termos acordados quando da submissão, sem que haja pagamentos de taxas por nenhum dos lados. A publicação adota a licença Atribuição-NãoComercial - CC BY-NC.

+++

Radiofonias – Revista de Estudos em Mídia Sonora (antiga Revista Rádio-Leituras) tem apoio do Grupo de Pesquisa em Rádio e Mídia Sonora da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) desde 2014.

+++

Histórico do periódico

A Revista Rádio-Leituras é editada semestralmente desde 2010. Em seus primeiros anos foi publicada pelo Grupo de Pesquisa Convergência e Jornalismo (ConJor), vinculado à Universidade Federal de Santa Maria. Em 2015 passou a ser editada pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e pelo Grupo de Pesquisa Convergência e Jornalismo, vinculando-se então à Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Em 2020, passa a ser coeditada pelo Núcleo de Rádio e TV (NRTV) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), assumindo nova denominação: Radiofonias  Revista de Estudos em Mídia Sonora.

Desde a primeira edição conta com a participação de autores de diversos países e de variadas instituições brasileiras. Suas edições trazem produções especializadas em rádio e mídia sonora.