Audiodocumentário no cenário podcasting: por um rádio independente e de caráter social

Palavras-chave: Podcasting, Audiodocumentário, Jornalismo, Arte sonora

Resumo

O objetivo desta investigação é discutir, por meio de uma estruturação conceitual de cunho bibliográfico, como o audiodocumentário – formato radiofônico que entrecruza técnicas do jornalismo e da arte sonora – apresenta-se frente a um público receptivo às produções em podcasting e da escuta via streaming. Entendemos o formato a partir da concepção de um rádio independente e de caráter social. Primeiro, por meio do seu processo de produção (enquanto ação planejada – individual ou coletiva – para a articulação de movimentos comunitários de conscientização social). Posteriormente, por intermédio do produto consolidado e publicado via podcasting (enquanto instrumento para disseminação de conteúdo informativo, livre e contra-hegemônico em favor da liberdade de expressão).

Biografia do Autor

João Djane Assunção da Silva, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Mestre em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (2020). Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Campina Grande (2017). Jornalista vencedor do Prêmio Microfone de Prata e da Menção Honrosa Dorothy Stang como melhor programa jornalístico radiofônico da edição do ano de 2018 dos Prêmios de Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Diogo Lopes de Oliveira, Universidade Federal de Campina Grande | Cornell University (Ithaca, EUA)
Doutor em Comunicação Pública e mestre em Comunicação Científica, Médica e Meio Ambiental pela Universitat Pompeu Fabra (Barcelona, Espanha). Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Professor do Curso de Comunicação Social da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e professor visitante no Departamento de Comunicação da Cornell University (Ithaca, EUA).

Referências

BALSEBRE, A. A linguagem radiofônica. In: MEDITSCH, E.; ZUCULOTO, V. (org.). Teorias do rádio: textos e contextos. Florianópolis: Insular, 2005.

BEZERRA, J. O mundo lá fora: o cinema direto e o novo jornalismo. Estudos em Jornalismo e Mídia, Florianópolis, v. 7, n. 2, p. 424-436, out. 2010. Disponível em:< https://periodicos.ufsc.br/index.php/jornalismo/article/view/1984-6924.2010v7n2p424/14472 >Acesso em: 03 fev. 2020.

BLUBRRY PODCASTING. Podcast Stats Soundbite: Brazil In Bloom. Blubrry Podcasting, Columbus, fev. 2019. Disponível em: <https://blubrry.com/podcast-insider/2019/02/01/podcast-stats-soundbite-brazil-bloom/> Acesso em: 14 dez. 2019.

DE BEAUVOIR, C. El documental radiofónico en la era digital: nuevas tendencias en los mundos anglófono y francófono. Razón y Palabra, Monterrey, v. 19, n. 91, p. 1-29, set./nov. 2015. Disponível em: <http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=199541387025 >Acesso em: 15 ago. 2018.

DE BEAUVOIR, C. Manifiesto para la renovación de la narrativa sonora de no ficción en español. In: DE BEAUVOIR, C. (org.). Historias, terrenos y aulas: la narrativa sonora en español desde dentro. Bogotá: Ediciones Uniandes, 2018.

DEL BIANCO, N. R. Rádio e o cenário da convergência tecnológica. In: DEL BIANCO, N. R. (org.). O Rádio Brasileiro na Era da Convergência. São Paulo: INTERCOM, 2012.

FERRARETTO, L. A. Rádio: o veículo, a história e a técnica. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2001.

FERRARETTO, L. A.; MORGADO, F.; SABALLA JR., L. H. O jornalista com múltiplas funções no rádio: velhos preconceitos para novos desafios. Revista Rádio-Leituras, Mariana: v. 10, n. 1, p. 22-40, jan./jun. 2019. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/203988/001109283.pdf?sequence=1> Acesso em: 31 jan. 2020.

GODINEZ GALAY, F. ¿Qué es un podcast? Posible caracterización de un término que lo agrupa todo. Centro de Producciones Radiofónicas – CPR/CEPPAS, Buenos Aires: 2018. Disponível em: <https://cpr.org.ar/que-es-un-podcast-posible-caracterizacion-de-un-te/> Acesso em: 29 set. 2019.

GODINEZ GALAY, F. Dibujando definiciones sobre el documental sonoro. Centro de Producciones Radiofónicas – CPR/CEPPAS, Argentina, 2014b. Disponível em: <https://cpr.org.ar/dibujando-definiciones-sobre-el-documental-sonoro/> Acesso em: 12 set. 2019.

GODINEZ GALAY, F. El documental sonoro: el engaño más honesto. Centro de Producciones Radiofónicas – CPR/CEPPAS, Buenos Aires, 2014a. Disponível em: <https://cpr.org.ar/el-documental-sonoro-el-engano-mas-honesto/> Acesso em: 12 set. 2019.

GODINEZ GALAY, F. El radiodrama en la comunicación de mensajes sociales: apuntes teórico-prácticos para la producción integral. 1. ed. Buenos Aires: Ediciones del Jinete Insomne, 2010.

GODINEZ GALAY, F. La estética en el documental sonoro. Centro de Producciones Radiofónicas – CPR/CEPPAS, Buenos Aires, 2016. Disponível em: <https://cpr.org.ar/la-estetica-en-el-documental-sonoro/> Acesso em: 11 jun. 2019.

GODINEZ GALAY, F. Movimiento podcaster. La nueva concreción de la radio libre. Question, Buenos Aires, v. 1, n. 46, p. 135-150, 23 jun. 2015. Disponível em: <https://perio.unlp.edu.ar/ojs/index.php/question/article/view/2462> Acesso em: 17 out. 2019.

GODINEZ GALAY, F. Nuevas estéticas en la radio social e independiente. FES Comunicación, Bogotá, n. 2, p. 1-16, jun. 2014. Disponível em: <https://library.fes.de/pdf-files/bueros/la-comunicacion/14288.pdf> Acesso em: 09 out. 2019.

HERSCHMANN, M.; KISCHINHEVSKY, M. A “geração podcasting” e os novos usos do rádio na sociedade do espetáculo e do entretenimento. Revista Famecos, Porto Alegre, v. 15, n. 37, p. 101-106, dez. 2008. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/4806> Acesso em: 12 mai. 2019.

LECHUGA OLGUÍN, K. L. El documental sonoro: una mirada desde América Latina. 1. ed. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Ediciones del Jinete Insomne, 2015.

LOPEZ, D. C. Radiojornalismo hipermidiático: tendências e perspectivas do jornalismo de rádio all news brasileiro em um contexto de convergência tecnológica. Covilhã: UBI; LabCom, 2010.

LÓPEZ, T. B.; MATÍAS, G. M. (coord.). O rádio vive! Mutações culturais do sonoro. Quito: Ediciones CIESPAL, 2019.

MEIO & MENSAGEM. Spotify lança relatório sobre millennials e geração Z. Meio & Mensagem, São Paulo, jun. 2019. Disponível em: <https://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2019/06/05/spotify-lanca-relatorio-sobre-millennials-e-geracao-z.html> Acesso em: 03 jan. 2020.

ORTRIWANO, G. S. A informação no rádio: os grupos de poder e a determinação dos

conteúdos. 4. ed. São Paulo: Summus, 1985.

RADIOLAB EXPERIMENTAL. ¿De qué hablamos cuando hablamos de documental sonoro? RadioLAB Experimental, Quito, 2019. Disponível em: <https://radiolab.cc/de-que-hablamos-cuando-hablamos-de-documental-sonoro/ >Acesso em: 01 jan. 2020.

SILVA, J. D. A. Audiodocumentário como forma de empoderamento e resgate histórico e sociocultural: uma experiência educomunicativa com a comunidade do Sítio Coaçú, Solonópole/CE. 2017. 114 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Centro de Humanidades da Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, 2017.

SILVA, J. D. A. Processo de produção de um audiodocumentário enquanto estratégia de ensino para favorecer a expressão comunicativa e a sensorialidade: um estudo com educandos do oitavo ano do Ensino Fundamental de uma escola pública em São José de Solonópole/CE. 2020. 140 f. Dissertação (Mestrado) em Educação, Centro de Educação, Universidade Federal da Paraíba, 2020.

SILVA, J. D. A.; SILVA, N. S. Produção de audiodocumentário em práticas de Educação pela Comunicação: empoderamento comunicativo e responsabilidade social. Mídia e Cotidiano, Niterói, v. 13, n. 3, p. 105-120, dez. 2019. Disponível em: <http://periodicos.uff.br/midiaecotidiano/article/view/38067> Acesso em: 06 dez. 2019.

SONODOC, Foro de Documental Sonoro en Español. ¿Por qué lo hacemos? Forosonodoc, [S.I.], 2020. Disponível em: <https://forosonodoc.org/index.php/por-que-lo-hacemos/> Acesso em: 01 fev. 2020.

SPOTIFY FOR BRANDS. Culture Next: As Tendências que definem os Millennials e a Geração Z. Spotifyforbrands, [S.I.], 2019. Disponível em: <https://www.spotifyforbrands.com/pt-BR/culturenext/ >Acesso em: 09 dez. 2019.

VASCONCELOS, M. Brasil é o 2º país que mais consome podcasts no mundo, aponta Spotify. Jornal O Povo Online, Fortaleza, nov. 2019. Disponível em: <https://www.opovo.com.br/noticias/tecnologia/2019/11/01/brasil-e-o-2---pais-que-mais-consome-podcasts-no-mundo--aponta-spotify.htm>l Acesso em: 14 dez. 2019.

VICENTE, E. Em busca do rádio de autor: apontamentos para uma rediscussão crítica da história do rádio no país. Significação, São Paulo, v. 38, n. 36, p. 87-100, dez. 2011. Disponível em: <https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2011.70918> Acesso em: 23 mai. 2018.

VICENTE, E. Gêneros e formatos radiofônicos. São Paulo: USP, 2013. Disponível em: <http://www.usp.br/nce/wcp/arq/textos/61.pd>f Acesso em: 12 jun. 2017.

VICENTE, E.; KISCHINHEVSKY, M.; DE MARCHI, L. A consolidação dos serviços de streaming e os desafios à diversidade musical no brasil. Eptic, São Cristóvão, v. 20, n. 1, p. 25-42, jan./abr. 2018. Disponível em: <https://seer.ufs.br/index.php/eptic/article/view/8578> Acesso em: 20 mai. 2019.

Publicado
2020-07-03
Edição
Seção
Dossiê - Podcasting e a remediação da linguagem radiofônica