Pandemia de coronavírus no Jornal da BandNews FM 1ª Edição: exercício da cidadania e participação do ouvinte no fluxo informativo

Palavras-chave: rádio hipermidiático, pandemia do coronavírus, participação do ouvinte, cobertura jornalística, cidadania

Resumo

Desde seu surgimento, por volta dos anos 20 do século XX, o rádio acompanhou muitas das tragédias e catástrofes que se abateram sobre a humanidade. Segunda Guerra Mundial, revoluções, desastres naturais e pandemias foram cobertas pelo radiojornalismo, com o envolvimento de milhares de profissionais no mundo inteiro. Durante a pandemia do coronavírus, no Brasil, com a ocorrência trágica de milhares de mortes, inúmeras coberturas radiofônicas vêm sendo realizadas, ao longo do ano de 2020. O principal objetivo deste artigo é analisar, dentro da dinâmica de produção do Jornal da BandNews Fm 1ª Edição, no período de 25 de maio a 25 de junho de 2020, como se dá a participação dos ouvintes através das mensagens enviadas para a emissora pelo aplicativo whatsapp e pelo chat acoplado às suas transmissões ao vivo em lives, no youtube, e em que medida essa participação influencia o fluxo da cobertura jornalística sobre o coronavírus.

Biografia do Autor

Márcia Vidal Nunes, Universidade Federal do Ceará

Graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará (1983), Mestrado em Sociologia (1991) e Doutorado em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (1998). Atuou, durante três anos, como produtora do programa Universidade pelo Rádio, da Fundação Demócrito Rocha, no Ceará. Fundou e atuou na produtora radiofônica Rádio Extra durante quatro anos, no Ceará.  Coordena o Grupo de Estudos Mídia, Cultura e Política. Atualmente é professora titular aposentada, atuando como professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Ceará, através do PROPAP/UFC (Programa Especial de Participação de Professores Aposentados da UFC), trabalhando, principalmente, com os seguintes temas: mídia, cidadania, radiojornalismo, políticas públicas e movimentos sociais.

Referências

AGUILAR, Miguel Ángel et alli. Medios de Comunicacion y Cultura Politica. Madrid: Editorial Pablo Iglesias, 1999.
- BAUER, Martin W; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 11ª ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2013.
- CANCLINI, Nestor Garcia. Consumidores e Cidadãos – Conflitos Multiculturais da Globalização. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1997.
- CURY, Adriana Aparecida. A convergência tecnológica no radiojornalismo do rádio em que o ouvinte é feito para ouvir para o rádio em que o ouvinte faz a pauta: lógicas de produção em tempos de interatividade. Dissertação de mestrado. São Paulo: UNIP, 2016.
- GOMES, Wilson. “Esfera Pública e Media: com Habermas contra Habermas”. In: RUBIM, Antonio Albino Canelas; BENTZ, Ione Maria G. e PINTO, Milton José (orgs.) Produção e Recepção dos Sentidos Midiáticos, Petropólis: Vozes, 1998, p.155-185.
- JENKINS, Henry; GREEEN, Joshua; FORD, Sam. Cultura da Conexão: criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: Aleph, 2014.
- KISCHINHEVSKY, Marcelo. Rádio e Mídias Sociais: Mediações e Interações Radiofônicas em Plataformas Digitais de Comunicação. Rio de Janeiro: Mauad X, 2016.
Publicado
2021-01-31
Seção
Artigos