Temas de cobertura do início da pandemia em entrevistas e na participação de ouvintes em uma emissora do interior: estudo de um programa jornalístico da Rádio Cultura de Timbó (SC)

  • Arnaldo Zimmermann Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Eduardo Meditsch UFSC, Universidade Federal de Santa Catarina
  • Valci Zuculoto Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Palavras-chave: Radiojornalismo, Cobertura de Desastres, Covid-19, Entrevistas, Participação de Ouvintes

Resumo

O objetivo deste artigo é investigar a incidência dos principais temas de cobertura radiojornalística do início da pandemia da Covid-19 em 2020, a partir das entrevistas realizadas e das participações de ouvintes em uma emissora do interior. A comparação entre os temas levantados em ambos os casos permite uma análise das relações dialéticas entre as informações trazidas pelas fontes e pelos receptores. O objeto empírico selecionado foi a cobertura realizada pelo programa Repórter Cultura da Rádio Cultura FM (92.1) de Timbó (SC). O corpus da pesquisa é composto por três meses de cobertura jornalística do fenômeno no programa, entre 18 de março e 17 de junho de 2020. A partir dos temas/estágios identificados no conteúdo das entrevistas e da participação dos ouvintes, discute-se as influências e relações entre estes aspectos do fenômeno em estudo.

Biografia do Autor

Arnaldo Zimmermann, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Jornalista e apresentador do programa Repórter Cultura na Rádio Cultura FM Timbó (SC). Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina. Bolsista Capes. Mestre em Jornalismo (UFSC). Especialista em Publicidade e Propaganda (FURB).
Eduardo Meditsch, UFSC, Universidade Federal de Santa Catarina

Pesquisador do CNPq e Professor do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC. Doutor pela Universidade Nova de Lisboa, realizou Estágio Sênior de Pós-Doutorado na University of Texas at Austin. É autor e organizador de vários livros sobre rádio e jornalismo. Contato: emeditsch@gmail.com.

Valci Zuculoto, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Professora de graduação e pós-graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutora em Comunicação (PUCRS). Coordenadora da Rede de Pesquisa em Radiojornalismo (RadioJor). Diretora Científica da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia (ALCAR). Líder do Grupo de Investigação em Rádio, Fonografia e Áudio (Girafa). Contato: valzuculoto@hotmail.com

Referências

AMARAL, Márcia Franz; POZOBON, Rejane de Oliveira; RUBIN, Anaqueli. Modos de endereçar a tragédia: indignação, testemunho e piedade. Lumina - Revista do Programa de Pós-graduação em Comunicação - Universidade Federal de Juiz de Fora/UFJF, Vol.4, nº2. Juiz de Fora, 2010.

CEBRIÁN HERREROS, Mariano. O rádio no contexto da comunicação multiplataforma. Rádio-Leituras, Santa Maria, RS (UFSM), ano II, n.2, jul-dez 2011. Disponível em: https://www.periodicos.ufop.br/pp/index.php/radio-leituras/article/view/378. Acesso em: 14 jul. 2019.

DAMASCENO, Dorcas Vieira. Me llamo Rigoberta Menchú: heterogeneidade, hibridismo e relações de poder. 2009. Dissertação de Mestrado em Letras Neolatinas. Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil. 2009.

HERRERA DAMAS, S. La participación de la audiencia en la radio española: evolución, evaluación e implicaciones para la práctica profesional. Estudio del caso de RNE Radio 1 (1999/2000). Tesis doctoral. Universidad de Navarra. 2002.

KAPLÚN, Mario. Produção de Programas de Rádio, do roteiro à direção. In: BETTI, Juliana Gobbi; MEDITSCH, Eduardo (org.). São Paulo: Intercom, Florianópolis: Insular, 2017.

KISCHINHEVSKY, Marcelo. Rádio e mídias sociais: mediações e interações radiofônicas em plataformas digitais de comunicação. 1. ed. Rio de Janeiro: Mauad X, 2016.

KOVACH, Bill; ROSENSTIEL, Tom. Os elementos do jornalismo: O que os jornalistas devem saber e o público exigir. Tradução de Wladir Dupont. 2ª Ed. São Paulo: Geração Editorial, 2004.

LAGE, Nilson. A reportagem: teoria e técnica de entrevista e pesquisa jornalística. Rio de Janeiro: Record, 2001.

LOPES, Maria Immacolatta Vassallo de. Pesquisa em comunicação. 9ª ed. São Paulo: Edições Loyola, 2005.

LOPEZ, Debora Cristina. Radiojornalismo Hipermidiático: tendências e perspectivas do jornalismo de rádio all news brasileiro em um contexto de convergência tecnológica. Covilhã, UBI, LabCom, 2010. E-book.

MCLEISH, Robert. Produção de Rádio: um guia abrangente de produção radiofônica. São Paulo: Summus, 2001.

MEDITSCH, Eduardo. O rádio na era da informação: teoria e técnica do novo radiojornalismo. 2ª ed. rev. Florianópolis: Insular; Ed. UFSC, 2007.

MERAYO, Arturo. La construcción Del relato informativo radiofônico. In: MARTÍNEZ-COSTA, María del Pilar (Coord.). Información radiofónica: cómo contar noticias en la radio hoy. Madrid: Ariel, 2002. pp. 59-96.

MOREIRA, Sônia Virgínia. Análise documental como método e como técnica. In: DUARTE, J.; BARROS, A. (org.). Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. São Paulo: Atlas, 2006, pp. 269-279.

OLIVEIRA, Marcos de. Livro Texto do Projeto Gerenciamento de Desastres: Sistema de Comando em Operações. Florianópolis: Ministério da Integração Nacional, Secretaria Nacional de Defesa Civil, Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres, 2010. 82 p.

QUADROS, Miriam Redin de. O lugar do ouvinte nas narrativas radiofônicas: concessão de voz e critérios de acionamento dos ouvintes enunciadores. 2018. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria-RS, 2018.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2005. 212 p.

ZIMMERMANN, Arnaldo. A participação do público na cobertura radiofônica do desastre de 2008 em Blumenau. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. 2012. 

ZUCULOTO, Valci Regina Mousquer. No ar: a história da notícia de rádio no Brasil. Florianópolis: Insular, 2012.
Publicado
2020-11-08
Seção
Dossiê “Rádio e catástrofes"