Rádios livres e web rádios

as perspectivas teóricas de Luiz Artur Ferraretto e Nair Prata sobre a linguagem radiofônica na contemporaneidade

Palavras-chave: Rádio na contemporaneidade, Rádios livres, Web rádios, Linguagem radiofônica

Resumo

O presente texto corresponde a uma entrevista com os professores pesquisadores Luiz Artur Ferraretto e Nair Prata sobre aproximações entre o conceito de rádios livres e web rádios. Tal esforço se concentra em resgatar e/ou revelar nuances sobre a temática por meio de perguntas semiestruturadas. Em específico, tenta-se verificar como o conceito de rádios livres se atualiza em um mundo pautado pelas tecnologias emergentes. As resultantes apontam para a informação sonora como elemento fundante e definidor do rádio. Independente das formas e/ou tecnologias de emissão.

Biografia do Autor

Felipe Parra, ECA-USP

Doutorando em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Professor visitante da Universidade Anhembi Morumbi (UAM).

Luciano Victor Barros Maluly, Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (PPGCOM ECA-USP). Professor de radiojornalismo do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE) da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). São Paulo | SP | Brasil. ORCID: 0000-0002-2630-8922. E-mail: lumaluly@usp.br.

Referências

FERRARETO, Luiz Artur. Rádio, o veículo, a história e a técnica. Porto Alegre: Sagra Luzzato, 2000.

______. Rádio no Rio Grande do Sul (anos 20, 30 e 40): dos pioneiros às emissoras comerciais. Canoas: ULBRA, 2002.

______. Rádio e capitalismo no Rio Grande do Sul: as emissoras comerciais e suas estratégias de programação na segunda metade do século 20. Canoas: ULBRA, 2007.

______. Rádio: teoria e prática. São Paulo: Summus Editorial, 2014.

GOMES, Arildo. Entrevista com o professor Luiz Artur Ferraretto. Blog Comunicação Social RS, Rio Grande do Sul, 21 març. 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2020.

KISCHINHEVSKY, Marcelo. Como jovens jornalistas ouvem rádio. In: FERRARETO, Luiz Artur; KLÖCKNER, Luciano (Orgs.). E o rádio? Novos horizontes midiáticos. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010. p. 197-204.

KUHN, Fernando. O rádio entre o local e o global: fluxo, contrafluxo e identidade
cultural na internet. São Bernardo do Campo: UMESP, 2005.

MARTINEZ-COSTA, Maria Del Pilar; PRATA, Nair. The radio in search of its audience: towards a diversified and multiplatform listening. RBCC. São Paulo, v.40, n.3, p.109-127, set./dez. 2017. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2020.

PRATA, Nair. Webradio: novos gêneros, novas formas de interação. 2008. 380 f. Tese (Doutorado em Estudos Lingüísticos)- Programa de Pós-Graduação em Estudos Lingüísticos da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais, 2008. Disponível em: < https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/AIRR-7DDJD8/1/nair_prata_tese.pdf>. Acesso em: 15 fev. 2020.

______. O rádio entre as montanhas: histórias, teorias e afetos na radiofonia mineira. Belo Horizonte: Fundac, 2010.

______. Webradio: novos gêneros, novas formas de interação. Florianópolis: Insular, 2012.

PINHEIRO, Gabriela. De jornalista a professor: Nair Prata. #tecer: reportagem e entrevista | UFOP. 2013. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2020.

SANTORO, Luiz Fernando. Relatos sobre rádios livres e comunitárias na Europa e no Brasil por Luiz Fernando Santoro. [Entrevista concedida a] Felipe Parra. Revista Alterjor, São Paulo, v. 18, n. 2, p. 54-65, 2018. Disponível em: . Acesso em: 10/08/2018.

TORRES, César Augusto Bernal. Metodología de la investigación: para administración, economía, humanidades y ciencias sociales. Bogotá: Pearson Educación, 2006.
Publicado
2021-01-31
Seção
Entrevista