A MANIPULAÇÃO DA CULTURA EM TRÊS PLANOS

  • Rizzia Soares Rocha
Palavras-chave: Imagem, Aura, Crise, Arte, Manipulação.

Resumo

A manipulação da cultura é tematizada em três momentos neste ensaio, com a apropriação da aura pelo mercado, com o controle de difusão de informações pelos meios de comunicação de massa e na falha desse sistema aberta pela arte. Nesses três planos a teoria das imagens é a linha que norteia a leitura de “A obra de arte na era da reprodutibilidade técnica” de Walter Benjamin, “Crise em arte?”, de Vilém Flusser e a ação do artista Yuri Firmeza, em 2006, na ocasião de sua participação no projeto “Artista Invasor” no MAC-CE. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARTAUD, Antonin. O teatro e seu duplo. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

BENJAMIN, Walter. O capitalismo como religião. Trad. Michael Löwy. São Paulo: Boitempo, 2013.

CAPISTRANO, Tadeu (Org.). Benjamin e a obra de arte: técnica, imagem, percepção. Trad. Marijane Lisboa e Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

DUARTE, Rodrigo. Indústria cultural: uma introdução. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010.

FLUSSER, Vilém. Crise em arte? Não publicado.

FLUSSER, Vilém. O mundo codificado: por uma filosofia do design e da comunicação. São Paulo: Cosac & Naif, 2013.

FREUD, Sigmund. “O inconsciente”. O chiste e sua relação com o inconsciente. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

MATTOS, Geisa. O artista invasor e os códigos do jornalismo cultural. Disponível em: https://www.thefreelibrary.com/%22O+artista+invasor%22+e+os+codigos+do+jornalismo+cultural.-a0306241530. Acesso em: 25/06/2019

SIMMEL, Geoge. “A metrópole e a vida”. In: VELHO, Otávio G. (Org.). O fenômeno urbano. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1973.

BAITELLO JR., Norval. e CONTRERA, Malena S. “Na selva das imagens – contribuições para uma arqueologia da imagem”. In: Revista Significação. São Paulo, vol. 33, n. 25, 2006.

Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/significacao/article/view/65623>. Acesso em: 20/06/2019.

Publicado
2019-10-03
Seção
Dossiê