A Origem da Melodia

  • Fabrício Fortes Universidade Federal da Bahia / Doutor em Filosofia

Resumo

O texto desta tradução corresponde ao ensaio redigido por Rousseau em 1755, sob o título original Príncipe de la Mélodie ou réponse aux Erreurs sur la Musique,  como resposta às críticas de Jean-Philippe Rameau aos verbetes de Rousseau sobre a música publicados na Encyclopédie, de Diderot e d’Alembert (1751-1772). Essas críticas vieram à luz alguns meses antes, em Erreurs sur la musique dans l'Encyclopédie (1755), de Rameau, texto cujo argumento central, rejeitado por Rousseau, parte da tese da antecedência causal da harmonia sobre a melodia. Neste ensaio, Rousseau remonta às origens da música, por sua vez vinculadas às origens de todo discurso, para defender a tese de que a harmonia é apenas um acessório da melodia, entendendo essa última como a música por excelência.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-03-31
Seção
Tradução