Das vozes do silêncio ao silêncio da linguagem: as relações entre pintura e literatura em M. Merleau-Ponty

  • Wanderley C. Oliveira

Resumo

Neste trabalho, refletimos a pergunta: como é possível para o artista comunicar o sentido de sua obra? O objetivo é mostrar que esta comunicação se torna possível através da conquista, pelo artista, de seu estilo. O estilo nasce na percepção do artista. Ele é, assim, a visão de mundo do artista tornada visível em suas obras. A pintura, deste modo, fala, isto é, comunica ou significa, mas sua voz, composta pela diacriticidade de cores e traços, é ainda voz do silêncio. Com o intuito de avançar na questão da possibilidade de comunicar o sentido de nossa experiência do mundo, passaremos à expressão em sua face linguística, abordando a obra literária. Ao concluir o trabalho, pela mesma diacriticidade que faz com que a pintura fale, chegaremos ao silêncio da linguagem na literatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-04-24
Seção
Expressão e interpretação