A desartifi cação da arte segundo Adorno: antecedentes e ressonâncias

  • Rodrigo Duarte
Palavras-chave: Estética adorniana, Arte contemporânea, Teoria Crítica da Sociedade, Arthur Danto

Resumo

Nesse artigo, o tema da “desartifi cação da arte” – uma das contribuições mais originais, mas também mais obscuras, da Teoria Estética de Theodor Adorno – é elucidado a partir dos próprios textos do autor. No entanto, apesar de sua especifi cidade para com a estética adorniana, o conceito de desartifi cação mantém uma relação tanto com a tradição anterior da fi losofi a da arte, especialmente com o tema do fi m da arte nos Cursos de Estética de Hegel, quanto com os desdobramentos mais recentes, como, por exemplo, a teoria sobre a arte contemporânea (ou pós-histórica) de Arthur Danto. Em vista disso, a investigação do tema da desartifi cação em Adorno é precedida, aqui, de uma sucinta análise do aludido motivo hegeliano e seguida de uma rápida apresentação da temática conexa na estética de Danto.
Publicado
2017-04-26
Edição
Seção
Filosofia