Vídeos educativos: as potencialidades do seu uso na visão de professores que ensinam Matemática

Resumo

Apresentamos neste artigo uma análise das potencialidades do uso de vídeos educativos na visão de professores que ensinam Matemática. Esses vídeos foram utilizados como roteiros digitais em um curso de formação continuada com professores, constituindo o cenário de investigação de uma pesquisa de doutoramento em Educação Matemática. Para produção dos dados dessa pesquisa, foi desenvolvida uma ação formativa com professores e realizadas entrevistas e questionários, acerca das potencialidades do uso dessa tecnologia. Para os docentes, a possibilidade de se pausar, adiantar e atrasar os vídeos são potencialidades permitidas por essa tecnologia. A familiaridade do estudante com os vídeos também favorece o uso em aula. Diante da análise desenvolvida podemos inferir que os vídeos podem colaborar com as aulas de Matemática e novos cursos de formação continuada podem incorporar essa tecnologia.

Palavras-chave: Educação Matemática. GeoGebra. Tecnologias Digitais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOGDAN, Robert C.; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Tradução de Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Lisboa: Porto Editora, 1994.

BONIFÁCIO, Maria Acácia de Lima, AZEVEDO, Isabel Cristina Michelan. O papel do vídeo educacional na formação continuada de professores. In: 9° ENCONTRO INTERNACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES, 2016, Aracaju. Anais do 9º ENFOPE: Ciência, Trabalho, Educação e Interculturalidade. Aracaju: UNIT, 2016, p. 1-15.

BRASIL. Lei nº 13005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial da União, 25 jun. 2014.

CHINELLATO, Tiago Giorgetti; JAVARONI, Sueli Liberati. Vídeos educativos e formação continuada de professores que ensinam Matemática. In: IV CONGRESSO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES e XIV CONGRESSO ESTADUAL PAULISTA SOBRE FORMAÇÃO DE EDUCADORES, 2018, Águas de Lindóia. Anais do IV CNFP e XIV CEPFE. Águas de Lindoia: UNESP, 2018, p. 1-10.

DOMINGUES, Nilton Silveira. O papel do vídeo nas aulas multimodais de Matemática aplicada: uma análise do ponto de vista dos alunos. 2014. 128f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas. Universidade Estadual Paulista. Rio Claro.

FIRME, Ingrid Cordeiro; PAULO, Rosa Monteiro. O laboratório de informática nas escolas públicas: um olhar compreensivo para o Projeto Acessa Escola. In: II CONGRESSO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES e XII CONGRESSO ESTADUAL PAULISTA SOBRE FORMAÇÃO DE EDUCADORES, 2018, Águas de Lindóia. Anais do II CNFP e XII CEPFE. Águas de Lindoia: UNESP, 2014, p. 4701-4711.

LINCLON, Yvonna S.; GUBA, Egon G. Naturalistic inquiry. Beverly Hills: Sage Publications, 1985.

MERCADO, Luis Paulo Leopoldo. Integração das mídias nos espaços de aprendizagem. Em Aberto, Brasilia, v. 22, n. 79, p. 17-44, jan. 2009.

MORAN, José Manuel. O vídeo na sala de aula. Comunicação & Educação, São Paulo, v. 2, p. 27-35, jan./abr. 1995.

MORGAN, David L. Focus group as qualitative research. London: Sage, 1997.

OLIVEIRA, Franciele Taís. A inviabilidade do uso das tecnologias da informação e comunicação no contexto escolar: o que contam os professores de Matemática? 2014. 169f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas. Universidade Estadual Paulista. Rio Claro.

OLIVEIRA, Naiane Mota; DIAS JUNIOR, Walter. O uso do vídeo como ferramenta de ensino aplicada em Biologia Celular. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. 8, n.14, p. 1788-1809, 2012.

PAZZINI, Darlin Nalú Avila; ARAÚJO, Fabricio Viero. O uso do vídeo como ferramenta de apoio ao ensino-aprendizagem. 2013. 15f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Mídias na Educação). Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria.

PEREIRA, Anderson Luís. Crenças e concepções de professores acerca do uso das Tecnologias Digitais em aulas de Matemática. 2017.141f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas. Universidade Estadual Paulista. Rio Claro.

REIS, Elismar Vicente; TOMAÉL, Maria Inês. A geração z e as plataformas tecnológicas. In: VI Seminário em Ciência da Informação, Londrina, 2016. Anais do VI SECIN: Fenômenos emergentes na Ciência da Informação. Londrina: UEL, 2016, p. 36-50.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Estado da Educação de São Paulo. Informações básicas – Programa Ensino Integral. São Paulo: SEE, 2014.

SERAFIM, Maria Lucia; SOUSA, Robson Pequeno. Multimídia na educação: o vídeo digital integrado ao contexto escolar. In: SOUSA, Robson Pequeno; MOITA, Filomena M. C. S.; CARVALHO, Ana Beatriz Gomes. Tecnologias Digitais na Educação. Campina Grande: EdUEPB, 2011, p. 19-50.

TAPSCOTT, Don. Grow up digital: how the net generation changing your world. New Yoirk: McGraw-Hill, 2009.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Tradução de Francisco Pereira. 11 ed. Petrópolis: Vozes, 2010.

VIÉGAS, Shirley Ribeiro Carvalho; REHFELDT, Márcia Jussara Hepp. Uso dos vídeos na formação continuada: integrando experiências de ensino de professores das regiões Nordeste e Sul. Imagens da Educação, Maringá, v. 7, n. 2, p. 45-53, 2017.

Publicado
2020-01-01
Seção
Artigos