Caminhos etnomatemáticos para a Educação Financeira: analisando traços culturais de estudantes Surdos

Resumo

Os resultados obtidos nessa pesquisa sobre os traços culturais produzidos por alunos Surdos no desenvolvimento de sua Educação Financeira estão de acordo com a perspectiva do Programa de Etnomatemática. Nesse artigo, os autores descrevem o perfil dos participantes e apresentam uma breve descrição da Teoria Fundamentada nos Dados, que foi o design metodológico utilizado para conduzir esse estudo por meio de procedimentos específicos de codificação. Os autores também enfatizaram a relação entre a Etnomatemática e a Cultura Surda através do emprego de jargões e procedimentos utilizados por estudantes Surdos no estudo de conteúdos matemáticos relacionados à Educação Financeira. São apresentadas, também, distintas maneiras de sinalizar o mesmo conteúdo matemático na Língua Brasileira de Sinais (Libras), bem como as diferenças comunicativas que surgem devido à variação desses sinais. Os resultados obtidos nesse estudo mostram que a Etnomatemática contribuiu para a compreensão e conscientização das características da Cultura Surda e as suas relações com a matemática escolar. Ademais, salienta-se que a Etnomatemática e a sua ação pedagógica adquiriram um status relevante na elaboração de um currículo matemático e no desenvolvimento da Educação Financeira para alunos Surdos.

Palavras-chave: Alunos Surdos. Cultura Surda. Etnomatemática. Libras. Educação Financeira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

D’AMBROSIO, Ubiratan. Ação pedagógica e Etnomatemática como marcos conceituais para o ensino de Matemática. In: BICUDO, Maria Aparecida Viggiani (Org.). Educação Matemática. São Paulo: Moraes, 1994, p. 73-100.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática — elo entre as tradições e a modernidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática: arte ou técnica de explicar e conhecer. São Paulo: Ática, 1998.

FELIPE, Tanya Amara. LIBRAS em contexto: curso básico. Livro do estudante. Brasília: Ministério da Educação / Secretaria de Educação Especial, 2008.

FERREIRA, Aurelio Buarque de Holanda. Miniaurélio Século XXI Escolar: o minidicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000.

GLASER, Barney G.; STRAUSS, Anselm L. The discovery of grounded theory: strategies for qualitative research. Chicago: Aldine, 1967.

KLIMA, Edward S.; BELLUGI, Ursula. The signs of language. Cambridge: Harvard Universiy Press, 1979.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Entrevista: Inclusão promove a justiça. Revista Nova Escola Online. São Paulo: Abril, 2009.

MONTEIRO, Alexandrina; POMPEU JR., Geraldo. A Matemática e os temas transversais. São Paulo: Moderna, 2001.

PERLIN, Gladis Teresinha Taschetto. História dos Surdos. Florianópolis: UDESC/CEAD, 2002.

PINHEIRO, Rodrigo Carlos. Contribuições do Programa Etnomatemática para o desenvolvimento da Educação Financeira de alunos Surdos que se comunicam em Libras. 2017. 284f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) — Departamento de Educação Matemática. Universidade Federal de Ouro Preto. Ouro Preto.

PINHEIRO, Rodrigo Carlos; ROSA, Milton. O Programa Etnomatemática como uma ação pedagógica para o desenvolvimento da Educação Financeira de alunos surdos que se comunicam em Libras. Revista Latinoamericana de Etnomatemática, v. 10, n. 3, p. 181-200, 2017.

QUADROS, Ronice Müller; PERLIN, Gladis Teresinha Taschetto. Estudos Surdos II. Petrópolis: Arara Azul, 2007.

ROSA, Milton. A mixed-methods study to understand the perceptions of high school leaders about English Language Learners (ELL) students: the case of Mathematics. 2010. 583f. Dissertation (Doctorate of Education) — College of Education. California State University. Sacramento.

ROSA, Milton; OREY, Daniel Clark. A modelagem como um ambiente de aprendizagem para a conversão do conhecimento matemático. Bolema, Rio Claro, v. 26, n. 42A, p. 261-290, abr. 2012.

SÁ, Nídia Regina Limeira. Cultura, poder e educação de surdos. Manaus: INEP, 2006.

SAMOVAR, Larry A.; PORTER, Richard E.; McDANIEL, Edwin R.; ROY, Carolyn S. (Ed.). Communication between cultures. Beijing: Foreign Language Teaching and Research Press, 2000.

SKLIAR, Carlos (Org.). Educação e exclusão: abordagens sócio antropológicas em educação especial. Porto Alegre: Mediação, 2004.

STEVENSON, Angus. Oxford dictionary of English. 3. ed. Oxford: Oxford University Press, 2010.

STROBEL, Karin. As imagens do outro sobre a cultura surda. Florianópolis. Editora UFSC, 2008.

TING-TOOMEY, Stella; CHUNG, Leeva C. Understanding intercultural communication. Los Angeles: Roxbury, 2005.

Publicado
2020-03-04
Seção
International Perspectives on Ethnomathematics: from research to practices