Challenging the traditional curriculum by traditional knowledges: from ethnomathematical fieldwork to classroom practices

Resumo

This paper provides a discussion related to the development of educational practices, having as basic assumptions the planning, organization and implementation of an ethnographic field research, from the production of decorated and incised bowls, by women artisans, Aritapera region, state from Pará, northern Brazil. We present the initial development of the proposal, carried out in the Aritapera region, based on joint planning with teachers from the region, based on the design of a set of local activities for later implementation in the classroom. With this investigation, it is expected to contribute to the field of research in ethnomathematics, by bringing empirical reflections aiming at the implementation of local curricular practices, based on good educational practices.

Keywords: Ethnography. Ethnomathematics education. Local mathematical practices. Mathematics curriculum.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABREU JR., Laerthe. Conhecimento transdisciplinar: o cenário epistemológico da complexidade. Piracicaba: Editora Unimep, 1996.

ALMEIDA, Alfredo Wagner Berno de. (Coord.) Nova Cartografia Social da Amazônia: arte na cuia: experiência tradicional de saber fazer. Manaus: UEA Edições, 2013.

BOGDAN, Robert C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Tradução de Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Porto: Porto Editora, 1994.

CARVALHO, Luciana Gonçalves de. (Org.) O artesanato de cuias em perspectiva – Santarém. Rio de Janeiro: IPHAN; CNFCP, 2011.

CARVALHO, Luciana Gonçalves. Cuias de Santarém. Rio de Janeiro: FUNARTE; CNFCP, 2003.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Espaços transculturais e transdisciplinares na educação. In: MATOS, Cauê. (Org.). Ciência e arte: imaginário e descoberta. São Paulo: Terceira Margem, 2003, p. 75-79.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Transdisciplinaridade. São Paulo: Palas Athenas, 1997.

VARGAS, Sônia de. Estratégias não-escolares de ensino-aprendizagem e formação de professores da EJA. In FANTINATO, Maria Cecília (Org.) Etnomatemática: novos desafios teóricos e pedagógicos. Niterói/RJ: Editora da UFF, 2009, p. 193-201.

DOMITE, Maria do Carmo Santos. Notas sobre a formação de professores e professoras numa perspectiva da etnomatemática. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ETNOMATEMÁTICA, 1, 2000, São Paulo. Anais do CBEm1. São Paulo: FE-USP, 2000, p. 41-48.

FANTINATO, Maria Vecília; MAFRA, José Ricardo. Techniques and learning process of craftswomen in Brazil. In: ROSA Milton ; SHIRLEY Lawrence; GAVARRETE Maria, ALANGUI, Wilfredo (Ed.). Ethnomathematics and its Diverse Approaches for Mathematics Education. Switzerland, Hamburg/Germany: Springer International Publishing, 2017, p. 69-93.

FRANÇOIS, Karen; MAFRA, José Ricardo; FANTINATO Maria Cecília; VANDENDRIESSCHE, Eric. Local Mathematics Education: the implementation of local Mathematical practices into the Mathematics Curriculum. Philosophy of Mathematics Education Journal, n. 33, p. 1-18, jan. 2018.

GEERTZ, Clifford. A Interpretação das culturas. 1. ed. 13ª reimpr. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

GREENFIELD, Patricia; LAVE, Jean. Aspects cognitifs de l´éducation non scolaire. Recherche, Pédagogie et Culture, n. 44, p. 16-35, 1979.

MADURO, Rubia. A cuia nossa de cada dia. In: SANTOS, Antônio; CARVALHO, Luciana (Org.) Terra, água, mulheres e cuias: Aritapera, Santarém, Pará, Amazônia. Santarém: UFOPA, 2013, p. 32-38.

MAFRA José Ricardo. Espaços transversais em Educação Matemática: uma contribuição para a formação de professores na perspectiva etnomatemática. 2006. 210f. Tese (Doutorado em Educação) — Centro de Ciências Sociais Aplicadas. Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal.

MAFRA José Ricardo; FANTINATO, Maria Cecília. Artesãs de Aritapera/PA: técnicas e processos em uma perspetiva Etnomatemática. Revista Latinoamericana de Etnomatemática, San Juan de Pasto, v. 9, n. 2, p. 180-201, 2016.

PAIS, Alexandre. Criticisms and contradictions of Ethnomathematics. Educational Studies in Mathematics, v. 76, n. 2, p. 209-230, mar. 2011.

SANTOS, Boaventura de Souza; MENESES, Maria Paula; NUNES, João Arriscalo. Para ampliar o cânone da ciência: a diversidade epistemológica do mundo. In: SANTOS, Boaventura de Souza. (Org.). Semear outras soluções: os caminhos da biodiversidade e dos conhecimentos rivais. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005, p. 21-25.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Os novos mapas culturais e o lugar do currículo numa paisagem pós-moderna. In: MOREIRA, Antônio Flávio; SILVA Tomaz Tadeu da. (Org.). Territórios contestados: o currículo e os novos mapas políticos e culturais. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 2004, p. 184-202.

VANDENDRIESSCHE, Eric; MAFRA, José Ricardo; FANTINATO, Maria Cecília; FRANÇOIS, Karen. How Local are Local People? Beyond Exoticism. 9th INTERNATIONAL MATHEMATICS EDUCATION AND SOCIETY CONFERENCE. Proceedings MES9, v. 2. Volos, Greece: University of Thessaly Press, 2017, p. 956-967.

ŽIŽEK, Slavoj. Multiculturalism, or, the cultural logic of multinational capitalism. New Left Review I/225, 1997.

Publicado
2020-03-04
Seção
International Perspectives on Ethnomathematics: from research to practices