Compreensão das diretrizes da extensão universitária: uma visão a partir de coordenadores de ação de extensão de uma unidade acadêmica das áreas tecnológicas

  • Wagner Ragi Curi Filho UFOP https://orcid.org/0000-0002-8420-5710
  • Ana Beatriz Oliveira Silva Universidade Federal de Ouro Preto
  • Laura Gomes Fernandes Universidade Federal de Ouro Preto
  • Marna Lais Bride Ventura Universidade Federal de Ouro Preto
  • GREGORY
Palavras-chave: diretrizes da extensão, visão de coordenadores de ações, áreas tecnológicas

Resumo

Este artigo apresenta uma análise sobre como professores e técnicos-administrativos que coordenam ações de extensão compreendem as diretrizes da extensão universitária, seja no que diz respeito à sua conceituação, seja no que diz respeito às suas práxis nas ações em que atuam. As diretrizes da extensão universitária consideradas foram: dialogicidade; interdisciplinaridade e interprofissionalidade, indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão; impacto na formação do estudante e impacto na transformação social. Para alcançar o objetivo, foram entrevistados, com apoio de roteiro semiestruturado, 15 coordenadores de ações de extensão, lotados em uma unidade acadêmica das áreas tecnológica de uma universidade pública brasileira, situada no interior do país. As respostas foram agrupadas em blocos de perguntas, categorias e subcategorias. Os blocos de perguntas foram: concepção da ação; características da ação; divulgação e comunicação da ação; diretrizes da extensão; dificuldades enfrentadas na execução da ação e sugestões para os órgãos de gestão universitária. Como resultados, identificou-se que os entrevistados possuem dificuldade de compreender e praticar as diretrizes da extensão universitária, especialmente a dialogicidade. Ademais, as diretrizes interdisciplinaridade e interprofissionalidade e indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão não apareceram em nenhuma resposta, mesmo quando perguntados diretamente sobre as diretrizes da extensão.

Biografia do Autor

Wagner Ragi Curi Filho, UFOP

Possui Doutorado em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas - SP, Mestrado em Engenharia de Produção, área de concentração Produto e trabalho pela UFMG. Graduado em Engenharia de Produção também pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005). Atualmente é Professor Adjunto III do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Ouro Preto - Campus João Monlevade. Desde março / 2019 ocupa as cargas de Coordenador do curso de graduação em Engenharia de Produção da UFOP em João Monlevade bem como o Coordenador do Centro de Extensão e Cultura de João Monlevade. Tem na área de Engenharia de Produção, atuando principalmente nos seguintes temas: Índices de desempenho, competências, gestão de serviços, organização do trabalho, redes de empresas, economia solidária e autogestão e avaliação de impacto de universidade na comunidade.

Ana Beatriz Oliveira Silva, Universidade Federal de Ouro Preto

Graduanda em Seviço Social na Universidade Federal de Ouro Preto desde 2019.

Laura Gomes Fernandes, Universidade Federal de Ouro Preto

Graduanda em Engenharia de Produção da Universidade Federal de Ouro Preto desde o ano de 2018.

Marna Lais Bride Ventura, Universidade Federal de Ouro Preto

Estudante de graduação em engenharia de produção da Universidade Federal de Ouro Peto desde o ano de 2019.

GREGORY

Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Uberlândia (2005) e mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Uberlândia (2008). Atualmente é professor assistente da Universidade Federal de Ouro Preto, presidente de colegiado da Universidade Federal de Ouro Preto e professor adjunto da Universidade Federal de Ouro Preto. Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Instrumentação Eletrônica, Membro do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus - UFOP.

Referências

ALBUQUERQUE, Carolina Machado Saraiva et al. DA ECONOMIA SOLIDÁRIA À FORMAÇÃO CRÍTICA EM ADMINISTRAÇÃO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA PEDAGÓGICA. Além dos Muros da Universidade, v. 1, n. 1, p. 88-101, 2016.

BELGRAVE, Linda Liska; SEIDE, Kapriskie. Grounded theory methodology: Principles and practices. In: Handbook of research methods in health social sciences. Springer Singapore, 2019. p. 299-316.

CARBONARI, Maria Elisa Ehrhardt; PEREIRA, Adriana Camargo. A extensão universitária no Brasil, do assistencialismo à sustentabilidade. Revista de Educação, v. 10, n. 10, 2007.

CURI FILHO, Wagner Ragi; WOOD JUNIOR, THOMAZ. Avaliação do impacto das universidades em suas comunidades. Cadernos EBAPE. BR, v. 19, p. 496-509, 2021.
DE OLIVEIRA, Émerson Dias. Os desafios de uma gestão administrativa na ótica da racionalidade substantiva. Além dos Muros da Universidade, v. 3, n. 3, 2018.

FAZENDA, Ivani C. A. Práticas interdisciplinares na escola. 13. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2010.

FÓRUM DE PRÓ-REITORES DAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA. Política Nacional de Extensão universitária. Manaus-AM, Maio de 2012.

GONÇALVES, Anderson Tiago Peixoto. Análise de conteúdo, análise do discurso e análise de conversação: estudo preliminar sobre diferenças conceituais e teórico-metodológicas. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 17, n. 2, p. 275-300, 2016.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. RESOLUÇÃO Nº 7 MEC/CNE de 18 de dezembro de 2018 que regulamenta a inserção de 10% da carga horárias dos cursos em ações de extensão. 2018. Disponível em < http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=104251-rces007-18&category_slug=dezembro-2018-pdf&Itemid=30192> . Acessado em 17/02/2021.

RODRIGUES, Andréia Lilian Lima et al. Contribuições da extensão universitária na sociedade. Caderno de Graduação-Ciências Humanas e Sociais-UNIT-SERGIPE, v. 1, n. 2, p. 141-148, 2013.

SILVA, Valéria. Ensino, pesquisa e extensão: Uma análise das atividades desenvolvidas no GPAM e suas contribuições para a formação acadêmica. Vitória, novembro de 2011. Disponível em: . Acesso em: 29 de outubro de 2020.

SPRADLEY, J. The Ethnographic Interview. New York: Holt, Rinehart and Winston. 1979.

VIERO, Tatiane Vedoin; TAUCHEN Gionara, Programa de extensão universitária: análise das concepções e perspectivas no âmbito da educação em ciências. Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul - ANPED SUL, 9.2012.
Publicado
2022-01-11