Miguilim vai ao cinema

  • Elzira Divina Perpétua
  • Anita Leandro
Palavras-chave: Memória, Guimarães Rosa, Mutum, Campo Geral

Resumo

Algumas observações a respeito da filmografia da obra de Guimarães Rosa nos le­varam ao pressuposto de que a linguagem roseana contém uma potencialidade so­nora e visual que estabelece proximidades entre escrita e cinema. Tal aproximação, antes de se configurar como um dado facilitador das adaptações, transforma-se num desafio para os cineastas, que procuram na imagem em movimento diferentes formas de atualizar o texto do escritor mineiro, fundando, assim, uma relação de memória com a escrita de Rosa. Apresentaremos as reflexões sobre o modo como o espaço sertanejo, os personagens infantis e os animais domésticos são retomados do texto e inseridos nos filmes Mutum, de Sandra Kogut, e Animaizinhos, de Anita Leandro e Elisa Almeida, as duas adaptações cinematográficas da novela Campo Geral.
Publicado
2014-06-23
Seção
Artigos