Experiências orais e escritas nas Plenarinhas da Educação Infantil: um guia de formação docente enquanto se propõe a participação infantil (DF, 2013-2021)

Palavras-chave: Plenarinha da Educação Infantil; Distrito Federal; Experiência oral e escrita; Formação e prática docente.

Resumo

Atentar-se para a Plenarinha da Educação Infantil em Brasília é analisar aquilo que está implícito no seu nome: a forma como as crianças participam, de acordo com os temas que são propostos no projeto anual da Secretaria de Estado da Educação do Distrito Federal (SEEDF). Para além de questões relacionadas diretamente ao protagonismo infantil, o estudo dos guias das Plenarinhas permite buscar pelos indícios da (trans)formação da docência na Educação Infantil, uma vez que professores e professoras têm que repensar suas práticas na relação com as vivências sugeridas para as crianças e as indicações de referências. Funcionando, portanto, como um documento norteador e formador, o guia da Plenarinha pode ser indagado sobre a forma como as experiências orais e escritas comparecem na relação com o tema central, reformulado a cada ano. É para essa relação, que se integra também à (trans)formação docente, que o presente se volta.

Biografia do Autor

Etienne Baldez Louzada, Universidade de Brasília - UnB

Professora adjunta e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, DF, Brasil.

Referências

ABRAMOVICH, Fany. Literatura Infantil: Gostosuras e bobices. 4ª ed., São Paulo: Scipione, 1997.

AGOSTINHO, Kátia Adair. Caminhos para a participação das crianças na educação infantil. In: ANPED SUL, 10. 2014. Florianópolis. Anais... Florianópolis, SC: ANPEd, 2014. Disponível em: http://xanpedsul.faed.udesc.br/arq_pdf/425-0.pdf Acesso agosto 2021.

BAPTISTA, M. C. A linguagem escrita e o direito à educação na primeira infância. In:
Anais do I Seminário Nacional: Currículo em Movimento. Belo Horizonte, p. 1-12, nov. 2010. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=6673-linguagemescritaeodireitoaeducacao&Itemid=30192 Acesso agosto 2021.

BARBOSA, Etienne B. L. VOLTARELLI, Monique A. Participação das crianças em projeto político-social elaborado por adultos: a Plenarinha no Distrito Federal. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 46, e236680, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/KBFH9fGjnxpFPYfG5f8hJmh/?lang=pt# Acesso agosto 2021.

BRASIL. LDB: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. – 4. ed. – Brasília, DF: Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2020. 59 p. Disponível em: https://www2.senado.gov.br/bdsf/handle/id/572694 Acesso agosto 2021.

BRITTO, Luiz P. L. Educação Infantil e Cultura Escrita. In: Linguagens infantis: outras formas de leitura. Ana Lúcia Goulart de Faria e Suely Amaral Mello (orgs). Campinas, SP: Autores Associados, 2009.

CARAMÊS, Aline de S; TELLES, Cassiano; IVO, Andressa A.; KRUG, Hugo Norberto. Legislação e formação de professores: os reflexos no meio educacional. Conhecimento E Diversidade, Niterói, n.10, p. 120-131. jul./dez. 2013. Disponível em: https://revistas.unilasalle.edu.br/index.php/conhecimento_diversidade/article/view/1138 Acesso agosto 2021.

COELHO, Nelly N. Literatura infantil: teoria, análise, didática. São Paulo: Moderna, 2000.

COELHO, Nelly N. Panorama histórico da literatura infantil/juvenil: das origens indo européias ao Brasil contemporâneo. 4 ed. Ática, 1991.

DF. Currículo em Movimento do Distrito Federal – Educação Infantil. 2ª edição atualizada pela Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal a partir da 1ª edição, publicada em 2014. Governo do Distrito Federal. Brasília, 2018. Disponível em: https://cdn.sinprodf.org.br/portal/uploads/2021/05/03162113/Curri%CC%81culo-em-Movimento-Ed-Infantil_19dez18.pdf Acesso agosto 2021.

DF. Proposta Pedagógica do Centro de Educação Infantil (CEI) 03. Brazlândia. Brasília: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), 2019.

DF. Proposta Pedagógica do Centro de Educação Infantil (CEI) 304. Recanto das Emas. Brasília: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), 2019.

DF. Proposta Pedagógica do Centro de Educação da Primeira Infância (CEPI) Gavião. Plano Piloto. Brasília: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), 2019.

DF. Proposta Pedagógica do Centro de Educação da Primeira Infância (CEPI) Curió. Santa Maria. Brasília: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), 2019.

DF. Proposta Pedagógica do Jardim de Infância Casa de Vivência. Planaltina. Brasília: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), 2019.

DF. Proposta Pedagógica do Jardim de Infância 302 Norte. Plano Piloto. Brasília: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), 2019.

DF. Guia da VII Plenarinha da Educação Infantil - Brincando e Encantando com Histórias. Brasília: SEEDF, 2019.

EDWARDS, Carolyn; FORMAN, George. Para onde vamos agora? In: EDWARDS, C; GORMAN, G. As cem linguagens da criança. A abordagem Reggio Emilia na Educação da primeira infância. Porto Alegre: Artmed, 1999, p. 303-309.

FLUSSER, Vilém. Filosofia da caixa preta: ensaios para uma futura filosofia da fotografia. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002.

GDF. Educação – SEE. Projeto IX Plenarinha: Musicalidade das Infâncias: de cá, de lá, de todo lugar. Criança Feliz Brasiliense. s/d. Disponível em: http://criancafelizbrasiliense.df.gov.br/secretaria-de-estado-de-educacao-see/ Acesso agosto 2021.

MOSS, Peter. What Future for the Relationship between Early Childhood Education and Care and Compulsory Schooling? In: Research in Comparative and International Education, vol. 3, no. 3, set. 2008, p. 224–234

NÓVOA, Antonio. A formação tem de passar por aqui: as histórias de vida no projecto Prosalus. In: NÓVOA, A.; FINGER, M. (Orgs.). O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: Ministério da Saúde, 1988.

OLIVEIRA, Ivete Mangueira de Souza. MADEIRA-COELHO, Cristina. A Plenarinha da Educação Infantil nas Escolas Públicas do Distrito Federal como campo de configuração e expressão subjetiva das crianças. In: II Simpósio Nacional de Epistemologia Qualitativa e Subjetividade, 2019, Brasília. Anais eletrônicos... Campinas, Galoá, 2019. Disponível em: https://proceedings.science/sneqs-2019/papers/a-plenarinha-da-educacao-infantil-nas-escolas-publicas-do-distrito-federal-como-campo-de-configuracao-e-expressao-subjet. Acesso agosto 2021.

REBELO, Aline H. M. Bases teóricas de documentos curriculares para a Educação Infantil: um estudo a partir de capitais brasileiras e do Distrito Federal. Tese (doutorado). Orientadora, Eloisa Acires Candal Rocha. Coorientadora Márcia Buss-Simão. Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2020. 293 p.

RINALDI, Carla. A pedagogia da escuta: a perspectiva da escuta em Reggio Emilia. In: EDWARDS, Carolyn; GANDINI, Lela; FORMAN, George. As cem linguagens da criança. v. 2. Porto Alegre: Penso, 2016. p. 235-247

SOARES, Fernanda Oliveira; SCHULZ, Veridiane; ALMENDRA, Renata Silva. A Interação Dos Contos de Fadas como recurso pedagógico da Literatura Infantil. Brasília, v., n., p. 01-16, 2015. Disponível em: http://nippromove.hospedagemdesites.ws/anais_simposio/arquivos_up/documentos/artigos/2c44237f872c11d56261e4e5b608bf6c.pdf Acesso agosto 2021.

SOARES, Magda Becker. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.
Publicado
2021-12-29