Aquisição da linguagem sob a perspectiva das inteligências múltiplas e da modularidade da mente

Livia Carneiro Lima da Hora, Natalina Sierra Assêncio Costa, Nataniel dos Santos Gomes

Resumo


O presente artigo busca analisar um fragmento da teoria das múltiplas inteligências, do psicólogo americano Gardner (1983), em que são descritas habilidades específicas em diversos campos da mente humana. Suas pesquisas apontam inicialmente a existência de sete tipos de inteligência, sendo elas a linguística, interpessoal, intrapessoal, lógico-matemática, musical, espacial e corporal-cinestésica. Neste trabalho, será atribuído maior destaque à primeira, pois é a que está mais ligada à aquisição da linguagem, tema que será investigado, buscando comparar as contribuições da tese de Gardner nesse processo, aliada às ideias do linguista Chomsky (1977) em sua visão da modularidade da mente, na qual a apresenta como um sistema dividido em faculdades mentais distintas e independentes. Assim, é importante analisar os mecanismos utilizados pelo cérebro para desenvolver a inteligência linguística e/ou a faculdade da linguagem, propostas pelos teóricos, a fim de compreender o caminho percorrido pela mente na aprendizagem de línguas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Caletroscópio - Revista do Programa de Pós-graduação em Letras: Estudos da Linguagem da Universidade Federal de Ouro Preto

ISSN (on-line): 2318-4574 

Qualis CAPES: A4 (2017-2018)

Qualis CAPES: B2 (2013-2016)


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional