Cartas para Empoderamentos e Poéticas de Encenação de Diretoras Brasileiras contemporâneas

  • Cecília Maria Universidade Regional do Cariri, URCA
  • Dodi Leal Universidade Federal do Sul da Bahia, UFSB
  • Leticia Andrade Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Brasil
  • Onisajé Universidade Federal da Bahia, UFBA
Palavras-chave: encenação, feminismo, feminismo negro

Resumo

Este ensaio é fruto da mesa redonda, realizada em ambiente virtual, intitulada “Empoderamento e práticas de encenação de quatro diretoras brasileiras”, formada pela professora, dramaturga, atriz e diretora Cecília Maria, pela pesquisadora e arte-educadora em Artes Cênicas Dodi Leal, pela diretora, dramaturga e professora Letícia Andrade e pela diretora Onisajé. Esta mesa redonda foi promovida pelo VII Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal de Ouro Preto. Tem por objetivo de compartilhar experiências práticas de encenação identitárias, problematizar os espaços teatrais e legitimar as poéticas feministas, negras e trans na cena contemporânea.

 

 

 

Referências

ANDRADE, Letícia. #elaveioparaficar. Ouro Preto, 2018 (dramaturgia, obra não-publicada, manuscrito digitado).
BACHELARD, Gaston. A poética do devaneio. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2006.
BARBOSA, Maria Lucivania de Lima. Encenadoras do Cariri em múltiplas funções: trajetos possíveis para a atuação polifônica no teatro de grupo. 2018. 211f. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018. Disponível em: . Acesso em 15 de nov. 2020.
FERREIRA, Cecília Maria. #PoliFace_Edith7x7. Cariri, 2019. (dramaturgia, obra não-publicada, manuscrito digitado).
OLIVEIRA, Letícia Mendes. (In)visibilidades e empoderamento das encenadoras no teatro brasileiro. Urdimento, Florianópolis, v.3, n.33, p. 157-173, dez. 2018. Disponível em: < https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573103332018157/9463 >. Acesso em 15 de nov. 2020.
PATZDORF, Danilo. Sobre aquilo que um dia chamaram corpo: Corporalidade nas ambiências digitais. Belo Horizonte: Letramento, 2019.
Publicado
2021-05-31
Seção
Dossiê Arte Indigente - Mesas