Clarice Lispector e a dança Butoh: “não sei” como ponto de partida

Palavras-chave: Clarice Lispector, dança Butoh, palavra, corpo, incompreensão.

Resumo

Este presente trabalho visa construir concepções que se esboçam a partir de Clarice Lispector e a dança Butoh. Busca-se âmbitos relacionais entre a palavra de Lispector e o movimento desmistificando acepções previsíveis que se instaurariam intuindo o dito clariceano como sendo dispositivo da dança. Faz-se assim a redistribuição do caráter técnico no Butoh, concebendo caminhos em que o movimento está entremeado à palavra.

Biografia do Autor

Saile Moura Moura Farias, Universidade do Estado de Santa Catarina
Saile Moura Farias é ator, dançarino, pesquisador, performer, oficineiro. Formado em bacharel em Teatro pela Universidade do Estado do Amazonas. Atualmente cursando Mestrado em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina, no Programa de Pós-Graduação em Teatro (PPGT), com a pesquisa Às Noites da Matéria – O Butoh em vias de Clarice, que dá segmento a este presente estudo.
Bianca Scliar Cabral Mancini, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Bianca Scliar Cabral Mancini é dançarina, atriz, performer, pesquisadora. Professora na Universidade do Estado de Santa Catarina, com ênfase em estudos do corpo, da paisagem, dança e técnicas corporais.

Referências

ALLIEZ, Éric. Deleuze Filosofia Virtual. Tradução de Heloisa B.S. Rocha – São Paulo: Ed. 34, 1996.
AGAMBEN, Giorgio. O que é contemporâneo? E outros ensaios. – Tradução de Vinícius Nicastro Honesko. Chapecó, SC: Argos, 2009.
ARTAUD, Antonin. O teatro e seu duplo. Tradução: Teixeira Coelho. – 3. Ed. – São Paulo: Martins Fontes, 2006. – (Tópicos)
BAIOCCHI, Maura. Butoh: dança veredas d’alma. – São Paulo: Palas Athena, 1995.

DELEUZE, Gilles. Crítica e Clínica. São Paulo: Ed. 34, 1997.
DELEUZE, Gilles. GUATTARI, Félix. Mil Platôs V. 3. Tradução de Aurélio Guerra Neto, Ana Lúcia de Oliveira, Lúcia Cláudia Leão e Suely Rolnik, - São Paulo: Editora 34, 2012.
ESPINOZA, Baruch de. ÉTICA. Tradução J. de Carvalho. 3a ed. São Paulo: Abril Cultural, 1983. Coleção Os Pensadores.
FOUCAULT, Michel. O sujeito e o poder. In: DREYFUS, H.; RABINOW, P. Michel Foucault uma trajetória filosófica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995: p. 231-249.
FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis, Vozes, 1987.
GUATTARI, Félix. Caosmose: Um novo paradigma estético. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1992.
LAPOUJADE, David. Deleuze, os movimentos aberrantes. Tradução Laymert Garcia dos Santos. São Paulo: n-1 edições, 2015.
LARROSA, Jorge. Tremores: escritos sobre experiência. 1 ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2019.
LISPECTOR, Clarice. Água Viva. 1 ed. – Rio de Janeiro: Rocco, 2019.
LISPECTOR, Clarice. A Hora da Estrela: edição com manuscritos e ensaios inéditos. 1 ed. – Rio de Janeiro: Rocco, 2017.
LISPECTOR, Clarice. A maçã no escuro. – Rio de Janeiro: Rocco, 1999.
LISPECTOR, Clarice. Aprendendo a viver. – Rio de Janeiro: Rocco, 2004.

LISPECTOR, Clarice. Laços de Família: contos. – 23 ed. – Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1990.
MANNING, Erin. O que mais? Interlúdio de “Sempre mais do que um”: a dança da individuação. Tradução de Bianca Scliar. In: Dança, Salvador. 2015: p. 102-111
NÓBREGA, Petrucia Terezinha da. TIBÚRCIO, Larissa Kelly de O. M. A experiência do corpo na dança butô: indicadores para pensar a educação. In: Revista Educação e Pesquisa. São Paulo, 2004: p. 461-468.
OHNO, Kazuo. TREINO E(M) POEMA. Prefácio Ligia Verdi. Tradução Tae Suzuki. São Paulo: n-1 Edições, 2016.

PERETTA, Éden. O soldado Nu: raízes da dança butô. 1ed – São Paulo: Perspectiva, 2015.

PIERRE, Lévy. O que é Virtual?. Rio de Janeiro: Editora 34, 1996.
SCHECHNER, Richard. O que é Performance?. Tradução de Dandara. In: Revista O Percevejo, 2003: p. 25-50.
PRADO JR, Plínio W. O impronunciável – Notas sobre um fracasso sublime. In: Revista Remate de Males, 1989, p. 21-29.
UNO, Kuniichi. A Gênese de um Corpo desconhecido. Traduzido por Christine Greiner, Ernesto Filho. – São Paulo: n-1, 2012.
UNO, Kuniichi. SANTOS, Laymert Garcia dos. Confrontações. São Paulo: n-1 edições, 2016.
UNO, Kuniichi. Tatsumi Hijikata: Pensar um Corpo esgotado. Traduzido por Christine Greiner, Ernesto Filho. – São Paulo: n-1, 2018
Publicado
2021-05-31
Seção
Dossiê Arte Indigente - Painéis