A Noite dos Assassinos

a transcriação do texto-dramático de José Triana para o texto-espetacular do Máskara – Núcleo Transdisciplinar de Pesquisas em Teatro, Dança e Performance

Palavras-chave: Teatro, Performance, José Triana, La Noche de los Asesinos, Criação Artística, Pedagogia Teatral, Estética Teatral, Revolução Cubana

Resumo

Este artigo discute a obra La Noche de los Asesinos, de José Triana, analisando o processo de transcriação para a performance cênica A Noite dos Assassinos, estreada em 2018 pelo Máskara - Núcleo Transdisciplinar de Pesquisas em Teatro, Dança e Performance, grupo fundado em 2002 na Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás. Na peça de Triana, três irmãos vão para um sótão ou porão para representar o assassinato dos pais, em uma referência simbólica ao processo revolucionário cubano iniciado em 1959. Partindo de uma entrevista com José Triana, realizada pela professora estadunidense Diana Taylor, o artigo traz uma análise da obra em seus contornos políticos, psicológicos e estéticos.

Biografia do Autor

Ronei Vieira Nogueira, UFG

Ronei Vieira Nogueira é ator, produtor do Máskara – Núcleo Transdisciplinar de Pesquisas em Teatro, Dança e Performance. Professor da Secretaria de Educação do Estado de Goiás e doutorando em Performances culturais pela Universidade Federal de Goiás.

Gabriella Fernanda de Souza Vitorino, UFG

Gabriella Fernanda de Souza Vitorino é atriz do Máskara – Núcleo Transdisciplinar de Pesquisas em Teatro, Dança e Performance. Graduada em Teatro pela Universidade Federal de Goiás.

Robson Corrêa de Camargo, UFG

Robson Corrêa de Camargo é diretor teatral e professor da Universidade Federal de Goiás, Doutor em artes cênicas pela Universidade de São Paulo, fundador do Máskara – Núcleo Transdisciplinar de Pesquisas em Teatro, Dança e Performance e do Programa de Pós-graduação em Performances Culturais da Universidade Federal de Goiás.

Referências

ARTAUD, Antonin. O Teatro e Seu Duplo. Tradução de Teixeira Coelho. São Paulo: Martins Fontes, 2006

CAMARGO, Robson Corrêa de. E Que a Nossa Emoção Sobreviva... Brecht, Marx e o Tratado Védico Natyasastra. In Moringa - Artes do Espetáculo, v. 1, n. 2, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/moringa/article/view/7534 . Acesso em: 15 de fevereiro de 2022.

CAMARGO, Robson Corrêa de. Máskara – Núcleo Transdisciplinar de Pesquisas em Teatro, Dança e Performance apresenta A Noite dos Assassinos. Goiânia, 2018. Disponivel em https://maskaranucleodepes.wixsite.com/maskara. Acesso em: 15 de fevereiro de 2022.

CASTRO, Fidel. Palavras aos Intelectuais. In: SADER, Emir (Org.) Fidel Castro. São Paulo: Editora Ática, 1986

CLIMENT-ESPINO, Rafael. Terapia Teatral: Una Lectura Psicoanalítica de La Noche de Los Asesinos de José Triana. In Confluencia, Spring, v.30 n. 2 pág 88 – 101, 2015. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/277887533_Terapia_teatral_una_lectura_psicoanalitica_de_La_noche_de_los_asesinos_de_Jose_Triana . Acesso em: 15 de fevereiro de 2022.

FREUD, Sigmund. O Delírio e os Sonhos na Gradiva, Análise da Fobia de um Garoto de Cinco Anos e Outros Textos (1906-1909). Obras Completas, vol. 8. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

GROTOWSKI, J. Em Busca de um Teatro Pobre. Tradução de Aldomar Conrado. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1992.

LABAN, Rudolf. Domínio do Movimento. Lisa Ullmann (org.), Tradução de Anna Maria Barros de Vecchi e Maria Silvia Mourão Netto. São Paulo: Summus, 1978.

LOURENÇO, Allan. Iluminação de A Noite dos Assassinos. Entrevista concedida a Gabriella Vitorino. Goiânia, 2020. Arquivo pessoal da entrevistadora .mp3 (30 min).

MISKULIN, Sílvia Cezar. A Política Cultural na Revolução Cubana: As Disputas Intelectuais nos Anos 1960 e 1970. In Caderno CRH, Salvador, v. 32, n. 87, 2019, p. 537-548. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccrh/a/GMryHtSbkNZvq4tTqmr5W3x/?lang=pt . Acesso em: 17 de fevereiro de 2022.

NOGUEIRA, Poliane Vieira. Tradução de A Noite dos Assassinos. Entrevista concedida a Gabriella Vitorino. Goiânia, 2020. Arquivo pessoal da entrevistadora .mp3 (25 min)

OIDA, Yoshi. O Ator Invísivel. Tradução de Marcelo Gomes. São Paulo: Via Lettera, 2007.

SALVAT, Ricard. Entrevista a José Triana. In Assaig de teatre: Revista de l'associació d'investigació i experimentació teatral. Barcelona, n. 41, pág 39-56, 2004. Disponível em: https://raco.cat/index.php/AssaigTeatre/article/view/145963?articlesBySameAuthorPage=4 . Acesso em: 17 de fevereiro de 2022.

TABARES, Vivian Martínez. Teatro em revolução (1959-2010). Estudos Avançados, São Paulo, v. 25, n. 72, pág.161-179, 2011.

TAYLOR, Diana. Ensayos Críticos Sobre Griselda Gambaro y José Triana. Canadá: Girol Books Inc.,1989

TRIANA, José. La Noche de los Asesinos. Edição de Daniel Meyran. Madrid: Catedra Letras Hispánicas, 2016

TRIANA, José. A Noite dos Assassinos. Tradução de Poliane Vieira Nogueira. Goiânia, 2012.

Publicado
2022-07-29
Como Citar
VIEIRA NOGUEIRA, R.; DE SOUZA VITORINO, G. F.; CORRÊA DE CAMARGO, R. A Noite dos Assassinos: a transcriação do texto-dramático de José Triana para o texto-espetacular do Máskara – Núcleo Transdisciplinar de Pesquisas em Teatro, Dança e Performance. Ephemera - Revista do Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal de Ouro Preto, v. 5, n. 10, p. 138-155, 29 jul. 2022.